resenhas category image
Cinquenta Tons de Cinza
Tuesday 09/10/2012 às 09:54 3439 Views Arquivado em: Resenhas

Talvez este seja um dos livros mais “polêmicos” dos últimos tempos mas é fácil perceber porque. Sexo, sempre foi e sempre será um assunto polemico. A trilogia nasceu como uma fanfic de Crepúsculo mas hoje, poucas pessoas lembram dela por isso. A verdade é que nunca se viu um livro causar um furor tão grande em tão pouco tempo (em setembro, o livro já tinha vendido 300.000 exemplares aqui no Brasil). Há quem crucifique o livro por achar machista demais, há quem ache abusivo e há os que tem vergonha de admitir que leram e gostaram. Eu, resolvi me abster a falar aqui da narrativa e enredo e deixar que tantos outros falem sobre a polemica. A narrativa de E.L. é extremamente envolvente e há muito tempo não lia algo que me prendesse tanto. O final então… OMG! Preciso de Cinquenta Tons Mais Escuros pra ontem! Uma unica coisa que não gostei é a tal da “deusa interior”de Anastacia… Sério, é irritante! Seria muito melhor se ela conversasse com ela mesma ou com sua consciência de uma forma que não fosse em terceira pessoa; parece uma versão crescida de amigo imaginário! :05 Ainda assim, devo dizer que os personagens são muito bens construídos e Mr. Grey em especial é um personagem fascinante… Desde que todo o burburinho em cima da trilogia chegou por aqui, tinha muita vontade de ler e não me arrependo de forma alguma, pelo contrario; que venham os próximos! :04

A História

Fazendo um favor para sua amiga, Anastacia Steele recebe a missão de entrevistar o famoso Christian Grey, um jovem muito bem sucedido, lindo, brilhante e muito, muito misterioso. Logo neste primeiro encontro, Ana já percebe que ele é extremamente reservado, dominador e que sempre consegue o que quer. A desastrada e tímida Anastacia, inevitavelmente se apaixona por ele, por mais que tente relutar contra este sentimento. Mr. Grey, a sua maneira, também se sente atraído pela inocência e independência de Ana. Longe de ser um relacionamento convencional, pouco a pouco eles vão se entregando a um relacionamento intenso onde o passado de Grey dita regras pouco convencionais que Anastacia deve se submeter se quiser ficar com ele… Um romance envolvente e muito sensual é a menor maneira de descrever Cinquenta Tons de Cinza. Os próximos livros, Cinquenta Tons Mais Escuros e Cinquenta Tons de Liberdade serão publicados ainda este ano pela Intrínseca.

Você está mordendo o lábio. — Diz-me com voz rouca e me olha especulativo.
— Desculpe.
— Não se desculpe. É que eu também quero mordê-lo, forte.

E.L. James fala sobre o livro

A Autora

E.L. James ou Erika Leonard James nasceu em 1963 e é uma escritora britânica autora do bestseller erótico Cinquenta Tons de Cinza (Fifty Shades of Grey). Casada e mãe de dois filhos, ela mora hoje em West London. Em 2012 foi considerada pela revista Time umas das 100 pessoas mais influentes do mundo.

Etc…

Capa e Projeto Gráfico: [rating:4/5]
História: [rating:4/5]
Narrativa: [rating:4/5]
Autor: E.L. James
Skoob: Cinquenta Tons de Cinza
Hotsite: Cinquenta Tons de Cinza
Editora: Intrínseca




Sobre o autor do post:

Meu nome é Priscila, mas por favor me chame de Pri, não sou uma pessoa de muitas formalidades. Ler é um dos meus passatempos favoritos, por isso criei o Bookaholic para compartilhar com vocês um pouco do que leio entre outras paixões que compõe o meu mundo. Fã de séries, filmes e outras coisinhas do universo nerd, publico aqui também um pouco do meu dia-a-dia. Designer por formação, corretora por profissão, sou evangélica, fã de super heróis, e de Contos de Fadas, de Friends e Gilmore Girls, para sempre uma apaixonada por literatura, girly stuffs, viagens, filmes, séries e boa música. Mãe de três peludos lindos: Summer, Bridget Jones e Ártemis.
E-mail: priscilabraga@gmail.com



Posts Relacionados








7 Comentários em “Cinquenta Tons de Cinza”