resenhas category image
Clube da Luta
Friday 06/07/2012 às 07:00 3457 Views Arquivado em: Resenhas

Para escrever essa resenha, eu preciso quebrar a principal regra do clube: porque a gente nunca fala sobre o Clube da Luta. Apesar de ter visto o filme há alguns anos, quando vi que o livro seria relançado, fiquei bem curiosa pra conhecer a tal história de Tyler Durden sob um ponto de vista que só os livros conseguem nos dar. E o principal motivo que me fez querer tanto ler esse livro, é porque quando ele foi lançado, ninguem falava sobre distopia e isso faz dele um verdadeiro marco. Até onde pode-se ir contra a sociedade? Até onde pode se criar novas regras? Quais são os limites de nossa sanidade? Devo dizer que Clube da Luta é uma leitura bem densa e passa longe de ser uma daquelas leituras de puro entretenimento. Clube da Luta, é um daqueles livros que marcam, que ferem e deixam uma boa dose de reflexão mesmo quando viramos a ultima página. Não é o tipo de leitura que mais me agrada mas eu certamente não passei ilesa a obra de Palahniuk. Uma unica observação: MUITOS erros de português que passaram feio pela revisão… isso é uma coisa que me incomoda muito e que definitivamente deveria ter um carinho mais especial ainda mais com uma obra que é um grande clássico da literatura. Quais são as regras da sociedade? Quais são as suas regras? E principalmente, quantas você está disposto a quebrar pra ser coerente com a sua consciência, com o que você acredita. Welcome to the world of Tyler.

A História

Tentando se curar de um problema de insonia, nosso protagonista vai ao médico mas este se recusa a simplesmente lhe prescrever um medicamento então lhe recomenda que ele passe a frequentar grupos de apoio a pessoas doentes, como câncer e outras enfermidades. Num desses grupos, ele conhece Marla Singer que apesar de também não estar doente, sente um certo prazer em frequentar este tipo de ambiente. Marla é a namorada de Tyler Durden um cara que parece ser tudo que ele sempre quis ser, a começar pelo namorado de Marla… Tyler fabrica sabão mas muito alem disso, ele tem grandes ideias e ideais e não conformado com certos paradigmas da sociedade, cria o Clube da Luta. Sentir-se dolorido e machucado por conta das lutas, de alguma forma os fariam ter uma melhor noção do que é ser humano, ser frágil sendo forte, sentir-se vivo, como nunca. Dentro disso, o livro divaga numa verdade alucinação onde cada vez mais ele se vê perdido em seus ideais ao mesmo tempo que a ideia do Clube parece crescer e tomar conta dele mais e mais… Um livro forte, cheio de reviravoltas e surpresas.

A primeira regra do Clube da Luta é: Você não fala sobre o Clube da Luta.
A segunda regra do Clube da Luta é: Você não fala sobre o Clube da Luta.
A terceira regra do Clube da Luta é: Quando alguém diz “pare” ou fica desacordado, mesmo que esteja fingindo, a luta acaba.
A quarta regra do Clube da Luta é: Apenas duas pessoas por luta.
A quinta regra do Clube da Luta é: Uma luta por vez.
A sexta regra do Clube da Luta é: Sem camisa e sem sapatos.
A sétima regra do Clube da Luta é: As lutas duram o tempo que tiverem que durar.

Movie Trailer

O Autor

Chuck Palahniuk (nascido em Pasco, Washington a 21 de Fevereiro 1961) é um escritor residente em Portland, Oregon. O seu trabalho mais popular é Fight Club, que foi posteriormente adaptado para cinema. Os personagens na obra de Palahniuk são indivíduos que, de uma ou outra forma, foram marginalizados pela sociedade, frequentemente reagindo com agressividade auto-destrutiva. O autor gosta de descrever o seu estilo como Ficção transgressional. Em 2003, foi realizado por membros do site oficial do autor um documentário em filme sobre a sua vida, chamado Postcards from the Future: The Chuck Palahniuk Documentary. Todos os meses o autor escreve um ensaio sobre um dos truques (ensaios estes que serão compilados num livro sobre escrita minimalista). É um autor muito dedicado aos seus fãs como pode ser observado no site oficial.

Etc…

Capa e Projeto Gráfico: [rating:3/5]
História: [rating:4/5]
Narrativa: [rating:3/5]
Skoob: Clube da Luta
Autor: Chuck Palahniuk
Editora: Leya




Sobre o autor do post:

Meu nome é Priscila, mas por favor me chame de Pri, não sou uma pessoa de muitas formalidades. Ler é um dos meus passatempos favoritos, por isso criei o Bookaholic para compartilhar com vocês um pouco do que leio entre outras paixões que compõe o meu mundo. Fã de séries, filmes e outras coisinhas do universo nerd, publico aqui também um pouco do meu dia-a-dia. Designer por formação, corretora por profissão, sou evangélica, fã de super heróis, e de Contos de Fadas, de Friends e Gilmore Girls, para sempre uma apaixonada por literatura, girly stuffs, viagens, filmes, séries e boa música. Mãe de três peludos lindos: Summer, Bridget Jones e Ártemis.
E-mail: priscilabraga@gmail.com



Posts Relacionados








11 Comentários em “Clube da Luta”