coluna-das-gemeas category image
Coluna das Gêmeas #105 – Famílias
Sunday 23/12/2012 às 08:00 995 Views Arquivado em: Coluna das Gêmeas

O Natal está quase aí! Já compraram seus presentes? Lembrem-se sempre de ter muita paciência, porque nessa época do ano as lojas estão o caos. Na quinta, eu e a Tatiana fomos à Leitura e sério, estava duro de lidar, mesmo rodeada de livros. Isso sem contar o calor horroroso que está fazendo aqui em Belo Horizonte, credo. :03
Enfim, tirando esse pesadelo de sair comprando presentes em lojas lotadas, é muito boa a época do Natal, né? A família reunida, todos trocando presentes e aproveitando o tempo juntos, agradecendo pelas bênçãos do ano e fazendo planos para o próximo! É, sem sombra de dúvida, nossa época favorita!
Em vez de falarmos de livros com o tema Natal, que já falamos nos dois últimos (e você pode ver aqui e aqui!), resolvemos falar dessa peça fundamental do Natal: a família. Porque ela pode ser maluca, tranquila, um pouco conflitante e até mesmo normal, mas nunca deixará de ser a sua, e mesmo com os problemas, você sabe que com ela, tudo fica mais fácil e melhor!
Tenham um ótimo Natal, recheado de chocotone e guloseimas, aproveitem esse tempo maravilhoso com a família e até semana que vem!

Um Amor a Despertar (Alex) – Nora Roberts

AMOR_A_DESPERTAR___1237664838P A série dos Stanislaski, para mim, é uma das melhores da Nora Roberts. Tudo bem que não li muitas, mas acho cada membro da família marcante, cada um com características tão diferentes e, ao mesmo tempo, tão parecidas! Se você vai ler, não siga a marcação deles no Skoob, porque essa ordem na verdade não é a correta – e eu sei disso porque li errado. Começa pelo livro da Natasha (o azul), depois do Mikhail (o vermelho), o da Rachel (o rosa) e depois, o do Alex (o verde). (Pelo menos dessa ordem que eu falei, seguem os acontecimentos cronológicos).
No caso desse livro, a história começa com a escritora Bess Mcnee tentando se passar por uma prostituta. Na verdade, ela não está cogitando a hipótese de ser uma, mas ela gosta de conhecer a fundo sobre um determinado assunto para escrever – por isso precisa ir até o campo de pesquisa apropriado para ter a ideia real do que é, e na sua primeira noite, acaba sendo presa pelo detetive Alex. Ele não gosta dela no início (até porque, ela coloca na cabeça que verificar como é o trabalho da polícia pode ajudá-la a escrever, e o encarregado de mostrar é Alex) porque ela acaba virando sua vida de cabeça para baixo e ainda por cima, um romance começa entre os dois. Ao mesmo tempo, ele tem dois assassinatos de prostitutas para investigar, e, além de desvendar esse mistério, precisa lidar com uma mulher que é diferente de todas as outras que já conheceu.
Eu AMO essa história! Mas, de todos os irmãos, Alex é o meu favorito (tá, ele está meio empatado com a Natasha), e como você já está mais familiarizada com os personagens, realmente sente que participa de suas vidas, que a família deles é uma parte de você.
Aliás, a Nora Roberts tem um dom maravilhoso de escrever histórias ambientadas entre entes de uma família, como vocês podem conferir em diversas trilogias e quadrilogias, e até mesmo em livros avulsos.

Tem Alguém Aí? – Marian Keyes

TEM_ALGUEM_AI__1259336602P A família Walsh é uma das mais conhecidas no mundo literário, pelo menos para quem adora um chick-lit! Esse livro é o quarto da série, que tem como antecessores Melancia, Férias! e Los Angeles. Eu só li Los Angeles, e devo dizer: é maçante, quase desisti! Mas também, na época que li nem sabia que tinha uma sequência (isso explica porque ficava assim “mas eu nunca ouvi falar dessa pessoa, por que eles falam como se a gente conhecesse?”). Mas mesmo assim, tenho muitas esperanças de que goste dos outros dessa família.
Nesse livro em particular, vamos conhecer um pouco mais sobre Anna, o desastre ambulante, conhecida nos outros livros como a irmã riponga e quieta.. Ela está ferida física (e o leitor não fica sabendo dos motivos) e emocionalmente, então está passando uns dias deitada no sofá na casa de seus pais em Dublin, com a ideia fica de voltar para Nova York – afinal, é lá onde está seus melhores amigos, seu emprego e é a cidade que representa seu marido, Aidan. O problema é que parece que ele sumiu, e agora ela não sabe se vai tocar sua vida pra frente.
Eu ganhei o livro no amigo secreto do Clube das Chocólatras ano passado, da Luciana Mara, e estou doida pra ler, ainda mais agora que comprei Melancia e Férias! Essa família, pelo pouco que eu conheci em Los Angeles, parece ser um amor. Todos se dão bem, se ajudam e de uma forma ou de outra, estão sempre juntos, mesmo que a distância os separe. E é assim que uma família dele ser, né? A distância não pode ser tão grande quanto o amor de um pelo outro!

A Luz Através da Janela – Lucinda Riley

A_LUZ_ATRAVES_DA_JANELA_1349998840P Vocês provavelmente já ouviram falar dessa autora, a mesma de A Casa das Orquídeas, também lançado pela Novo Conceito. Dessa vez, a autora apostou numa trama que envolve muitas histórias perdidas da família De La Martinières, que foi fortemente abalada pela Segunda Guerra Mundial e os segredos que ela acabou por camuflar de seus descendentes. Quando a mãe de Emilie morre, o château da família fica para ela, a única herdeira, que queria somente sua vida como veterinária de volta. A partir do momento em que aceita tudo aquilo que lhe foi deixado, ela sofre com as mudanças que lhe são proporcionadas, mas com a ajuda de Sebastian Carruthers, um perfeito cavalheiro que, aos poucos, se torna o suporte que a faz seguir em frente com mais força e determinação, ela acaba por mudar novamente seu rumo ao se casar com ele. Entretanto, ao se mudar para a casa dele em Yorkshire, o passado de seu marido e sua ligação com a família De La Martinières deixam a vida de Emilie virar de ponta cabeça novamente.
Eu nunca tinha lido atentamente a sinopse desse livro, principalmente porque, depois de ter ouvido e lido que a narrativa da Lucinda consegue ser bem lenta em A Casa das Orquídeas, principalmente com as mudanças do tempo em que a história é contada, imaginei que isso poderia se repetir com este livro. Mas e não é, ainda assim, eu fiquei bem curiosa com a história? Quer dizer, ambos são livros bem compridos (este possui 544 páginas, enquanto que o primeiro teve 560), mas pode ser que este tenha mais história e menos narração, né? Vou esperar pra ler mais algumas resenhas antes de decidir me aventurar ou não nessa história, mas desde já ele já conta com muito mais curiosidade vinda da minha parte!

Um Amigo da Família – Lisa Jewell

UM_AMIGO_DA_FAMILIA_1235689438P Antes de qualquer coisa, preciso dizer que esse livro foi uma descoberta na Bienal de Minas. Ele estava numa banca super vazia e por um precinho mais que camarada (R$8 por um livro de413 páginas é mesmo uma oportunidade única!) e, após ler a sua sinopse, deixei com que a minha empolgação me fizesse aproveitar a promoção e voltar com o livro pra casa. A Fernanda não tem muita vontade de lê-lo, mas acho que talvez vocês consigam me ajudar a convencê-la a dar uma chance a ele!
Nesta história, ficamos a par sobre como é a família London, que, além de estar acima de qualquer suspeita, teve em seus três filhos uma educação impecável, à maneira inglesa. São eles: Tony, que fora um rapaz sexy nos tempos da faculdade, mas que hoje é divorciado e sofre com a balança; Sean, um escritor aclamado que está sofrendo com um bloqueio criativo e que se surpreende com uma bomba que sua namorada lhe joga; e Ned, o caçula que passara uma temporada na Austrália, mas que volta sem dar muitas explicações.
Apesar de fazerem parte de família que sempre fora tida como perfeita, esses três marmanjos vivem dramas pessoais muito comuns à qualquer outra família, não é mesmo? E, para a surpresa deles, a situação fica ainda mais complicada, uma vez que seus pais resolvem colocar um novo inquilino na casa – alguém que, além dos hábitos muito diferentes, vai fazer uma diferença enorme nesta família.
Agora me digam: qual o motivo real da Fernanda não querer ler esse livro? Confesso que nesses dias eu não tenho tido a maior empolgação do mundo para me aventurar em novos autores (ainda mais que eu estou com três na minha aba “lendo” no Skoob e eu pretendo terminá-los antes do final do ano!), mas isso não significa que o livro não será lido! A capa é um pouco diferente e nos dá margem para pensar que talvez esse novo inquilino seja um garoto adotado, mas o que nos impede de imaginar que o novo membro é um cachorro? Por que não? Por que ela não quer descobrir quem será esse inquilino e o que ele fará com a família? Por quê?

As Feiticeiras de East End – Melissa de la Cruz

AS_FEITICEIRAS_DE_EAST_END_1352900361P Não será dessa vez que conheceremos mais sobre os vampiros nova-iorquinos da série Blue Bloods. A Editora iD lançou em novembro mais uma série da Melissa de La Cruz, sobre os bruxos da Família Beauchamp. Eu estou super curiosa pra ler esse livro!
Quando nós pensamos em bruxos, é lógico que Harry Potter é a primeira coisa que nos vêm à cabeça (isso também não acontece com vocês?), certo? Mas, ao contrário do mundo mágico de J.K. Rowling onde somente dos adolescentes com menos de 17 anos não podem utilizar magia fora da escola, as três mulheres dessa família estão há séculos proibidas de utilizarem seu dom! Por mais que você pense que séculos são capazes de fazer com que qualquer um possa se acostumar com qualquer coisa, está ficando cada vez mais difícil para essas três esconderem seus poderes e quem realmente são.
Com a melhor das intenções, elas começam a praticar feitiços para algumas pessoas próximas, mas como nem sempre uma boa intenção evita com que algo ruim nos aconteça, essas intervenções acabam por trazerem grades confusões na cidade, principalmente sob a forma de ataques violentos e até mesmo o desaparecimento de uma jovem!
Isso não foi suficiente pra fazer todos vocês adicionarem esse livro ao Skoob de vocês? Quer dizer, com poderes de cura, precisão de futuro e encantamentos amorosos, é quase impossível não se sentir compelida a ler! Mas se isso ainda não é suficiente para convencer vocês, eu digo mais: alguns vampiros da série Blue Bloods APARECEM nessa história! Quão legal é isso, minha gente?? É como se a Melissa tivesse criado um mundo onde TODAS as criaturas mágicas coexistissem! (E, basicamente, é isso mesmo que ela faz!)




Sobre o autor do post:

Helloooo! Meu nome é Fernanda, tenho 23 anos, daqui a um ano posso me chamar de administradora, mas depois quero fazer Jornalismo! Moro em Belo Horizonte há três anos, tenho uma irmã gêmea - com quem divido os livros, a estante, o quarto, o amor por novelas mexicanas e por baseball. Além disso, amo ler romances e sou uma viciada no Tumblr! Sou uma das responsáveis pela seção "Coluna das Gêmeas" (que agora é "Book: A Talk", que vai ao ar quase todos os domingos!
E-mail: fernanda3005@gmail.com



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


6 Comentários em “Coluna das Gêmeas #105 – Famílias”


#1 Luana Machado 23-12-2012 - 20:11 -
Google Chrome 23.0.1271.97 Windows 7

Eu simplesmenteeee AMO ‘Tem Alguém Ai?’, melhor livro que já li da Marian Keyes s2
beeijos ;))

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 24.0.1312.56 Windows 7

Oi Luana!
Que bom que você gostou de ‘Tem Alguém Aí?’, isso me anima mais para ler logo Melancia e Férias!… Porque sério, Los Angeles não foi o melhor mesmo…
Mas enfim, gosto muito do jeito que a Marian escreve, e fico louca de vontade de ler esse livro toda vez que leio a sinopse!

Beeijo!

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#2 Ariane 28-12-2012 - 16:04 -
Mozilla Firefox 17.0 Windows XP

Uma meta de leitura de 2013: Ler livro da Nora Roberts… estou com as suas indicações guardadas eehehhe
:16

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 24.0.1312.56 Windows 7

Sim! É uma ótima meta! :26 Você vai amaaaaar!
As trilogias e quadrilogias são melhores, na minha opinião (apesar de eu amar os livros que vem com duas ou três histórias), porque ela consegue desenvolver melhor os personagens, as situações e os sentimentos… Ai, é tudo muito amor!

Beeijo, Ariane!

[Responder]

Já comentou 267 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#3 Yara Prado 30-12-2012 - 21:09 -
Google Chrome 23.0.1271.97 Windows 7

Vergonha de novo, não li nenhum dos livros da coluna de hoje.. :(

Mas não tenho muita vontade de ler eles, sabe? Não sei pq, mas nenhum me chamou muito a atenção…
O melhorzinho foi Tem alguém ai? Mas ainda assim eu não pretendo comprar tão cedo…
Acho que as histórias me pareceram sem graça, vai entender…rsrsrs

Bjs, meninas!

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 24.0.1312.56 Windows 7

Que pena que nenhum deles te interessou, Yara! Mas não fica assim, quem sabe algum dia você não anima de ler algum deles, né? Eu pessoalmente recomendo sempre Nora Roberts, porque pra mim, é absolutamente tudo de bom! :14

Beeijo!

[Responder]

Já comentou 802 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!