coluna-das-gemeas category image
Coluna das Gêmeas #115 – Nomes de Músicas 2
Sunday 03/03/2013 às 09:00 1915 Views Arquivado em: Coluna das Gêmeas

Olá, bookaholics! Como foi a semana? Corrida? A impressão que eu tenho é que aconteceram milhares de coisas, e não via a hora de chegar o final de semana, para descansar (porque todos nós merecemos) e colocar algumas coisas em dia (porque é impressionante como tudo na faculdade parece se acumular!)
Sabem, quando fizemos a a coluna com livros com nomes de músicas, ainda lembramos de vários outros livros com as mesmas características. E o mais engraçado é que, se você para pra tentar lembrar, parece que nenhum vem à sua cabeça, e aí, quando você está distraído, aparecem vários! :32
Decidimos fazer essa parte dois porque, além de terem livros que são/parecem muito bons, sabemos que a Yara e a Ariane, que estão sempre por aqui, adoraram a ideia, então aqui estão mais dicas para vocês e para todos os outros leitores!
Aproveitem a semana, e até domingo que vem!

Gone: O Mundo Termina Aqui – Michael Grant

GONE_O_MUNDO_TERMINA_AQUI_1311182342P Essa série entra e sai da minha lista de futuras leituras com muita facilidade. Eu leio uma resenha e fico super empolgada, daí alguém vem me contar que umas partes são um tanto quanto tensas e aí eu desisto. No momento, eu meio que desisti dela. Mas se você ainda não sabe sobre o quê a história se trata, eis um breve resumo: alguma coisa acontece no mundo e, de repente, todas as pessoas que têm mais que 14 anos desaparecem do mundo. Ou seja: eu não estaria aqui pra contar essa história. Mas além do fato de que esses adolescentes sobreviventes não sabem como explicar o que aconteceu, eles terão que lidar com a responsabilidade de se organizarem pra sobreviverem: precisam de comida, segurança, um abrigo, uma forma de lidarem com a saúde, etc. O problema é que, com 14 anos, as coisas na são tão fáceis assim. A maturidade que achamos ter às vezes se mostra insuficiente pra muitas coisas e, numa situação extrema como essa, em que não se pode nem contar com internet, o desafio de se manter vivo parece ainda mais assustador.
Mas quem está achando que essa história é uma versão literária de um No Limite, engana-se: não bastassem todos os desafios naturais que esses adolescentes enfrentarão, eles ainda contam com animais (a comida! :07 ) se transformando, uma criatura que ameaça a vida de todos e transformações neles mesmos – e não se trata da puberdade! Eu até gostaria de contar um pouquinho mais pra vocês, mas pra quem não leu a série, acho que isso é o suficiente pra atiçar a curiosidade de vocês! Confesso que até eu fiquei um pouquinho mais empolgada!
Sobre a música, não poderia deixar de fora um dos meus clássicos do ‘N Sync, Gone! Essa música foge um pouco da história do livro, mas se você pensar bem na tristeza e na sensação de abandono que os adolescentes da história enfrentam, a música pode cair como uma luva!

A Promessa – Richard Paul Evans

A_PROMESSA_1315802560P Beth Cardall tem um segredo, e por 18 anos não teve escolha a não ser guardá-lo para si. Porém, na véspera do Natal de 2008, tudo mudou.
O ano de 1989 foi marcado pela tragédia, para ela, porque sua filha de seis anos estava com uma doença misteriosa, seu casamento que era aparentemente feliz transformou-se em algo cheio de traição e sofrimento, seu trabalho estava por um fio e sua capacidade de confiar e ter esperanças estava praticamente perdida… Ou seja, sua vida estava desmoronando. Até o dia em que, após atravessar uma nevasca até a loja de conveniência mais próxima, ela encontra Matthew, um homem misterioso e encantador, que mudaria de uma vez só seu curso de vida.
Não parece encantadora a história? Acho que o Matthew pode ser um mocinho ótimo, apesar de não falar muito dele na sinopse. Mas acredito que provavelmente ele seria uma pessoa que diria “And when you’re in doubt, and when you’re in danger, take a look all around, and I’ll be there” da música The Promise, da banda When in Rome, para a Beth! Eu simplesmente ADORO essa música, e a descobri porque estava procurando algumas músicas que minha mãe gostava para montar um cd. Aliás, descobri várias músicas boas assim, porque se fosse procurar só as músicas mais atuais, iria me deparar com isso, por exemplo. Tudo bem que eu estou apelando também, mas não é verdade que a cada dia parece que as músicas estão cada vez piores?

Na Passarela – Meg Cabot

NA_PASSARELA_1354723079P Eu juro que não queria, de verdade. Mas toda santa vez que eu leio o nome desse livro, eu me lembro daquela música do É O Tchan, A Nova Loira do Tchan. EU SEI! Cavuquei o passado, desenterrei uma parte da música brasileira que está esquecida e que eu fiz o favor de lembrar! Mas apesar de tudo, também é com essa música que eu sempre me lembro do Cook A Book mais engraçado até hoje, dos cookies azuis do Percy Jackson! Prestem atenção em quem vai aparecer ao som dessa música! É impossível não se divertir!
Mas enfim, esse livro é o terceiro e último de uma das séries da Meg Cabot que eu mais gosto, Cabeça de Vento. No primeiro livro, Cabeça de Vento, conhecemos Em Watts, uma garota nerd que tem apenas um amigo, Christopher, por quem mantém uma paixão secreta. Quer dizer, não é lá tão secreta assim, mas digamos que o garoto é meio tapado e não enxerga os sentimentos da amiga. Num belo dia, eles vão a um evento num shopping e Em é vítima de um grave acidente que põe fim a sua vida. Pera lá: ela morre?? Não, não morre, mas seu corpo sim. Com o acidente, o cérebro de Em sobrevive e é transplantado para o corpo de Nikki Howard, uma famosa modelo que teve morte cerebral durante o acidente.
Não sei se posso contar muito mais sobre a história porque esse já é o terceiro livro e muita coisa acontece desde então, mas acredito que se você for corajoso e gostar de spoiler, está liberado a ler! Mas se você é como a dona Fernanda, que só leu o primeiro, NÃO LEIA A SINOPSE de Na Passarela! E faça o favor de ler logo todos eles!
A música que escolhi foi Runway, que é homônima ao título original do terceiro livro e é uma delícia de ouvir! Foi uma grande surpresa descobri-la!

Se Você Me Visse Agora – Cecelia Ahern

SE_VOCE_ME_VISSE_AGORA_1310661155P Eu nem lembrava do que falava esse livro, e gente! Pra começar, tem amigos imaginários! Dá pra imaginar um história assim? :15
Elizabeth Egan é uma mulher madura, organizada, mas um pouco amargurada: não tem tempo para amigos e muito menos para a imaginação fértil do sobrinho Luke, que ela acabou adotando porque sua irmã não queria cuidar dele. O menino de seis anos acaba de conhecer Ivan, um amigo imaginário. Elizabeth não acreditava nessa história de amigo imaginário, até conhecê-lo. Ivan consegue ser como uma criança em alguns momentos, e como adulto em outros, e aos poucos, começa a mudar a vida de Elizabeth.
Só li Onde Terminam os Arco-Íris da autora, e gostei demais do jeito que ela escreve. Ela consegue envolver todo mundo, você se prende à história e aos personagens, e quando o livro está acabando, sente uma tristeza porque por mais que queira saber se todo mundo terá um final feliz, não quer se desgrudar deles.
Achamos duas músicas que levam o nome do livro: a primeira é If You Could See Me Now, da banda The Script, e a segunda é uma outra, só que da Celine Dion, que vocês podem conferir aqui. Qual das duas vocês gostaram mais?

Queria Que Você Estivesse Aqui – Francesc Miralles

QUERIA_QUE_VOCE_ESTIVESSE_AQUI_1287271522P Quando eu vejo essa capa e leio o título do livro, gosto de pensar que Paris gostaria que eu estivesse lá – afinal de contas, como não se encantar pela cidade de Anna e o Beijo Francês e o cenário de uma boa parte do filme Sabrina, com o Harrison Han Solo Ford e a Julia Ormond? (que foi a única versão que eu vi – que os fãs de Audrey Hepburn me desculpem!) Mas bem, o livro não tem nada de Sabrina.
Conhecemos um pouco sobre a vida de Daniel, que é um arquiteto que vive em Barcelona (aliás, já repararam como Barcelona e arquitetura têm TUDO a ver? Eu morro de curiosidade pela arquitetura de lá!) e, até então, está vivendo um bom romance. O problema é que, como presente de aniversário de 30 anos, ele ganha um inesperado pé na bunda, e a partir de então, a única coisa que tem feito é ouvir um CD de Eva Winter, uma cantora que vive em Paris.
Se é pra ouvir músicas tristes, eu sugeriria ao Daniel Wish You Were Here, do Pink Floyd, que é a música com o mesmo nome do título do livro. A música pode até não ser do tipo “fossa”, mas uma vez eu vi um documentário sobre a banda e, sério, desde então, eu sempre fico com os olhos marejados ao ouvir os acordes do violão.
Mas enfim, o Daniel fica meio obcecado pelo tal CD da Eva Winter – mais ou menos como acontece com milhares de fãs pelo mundo todo (ou como a que eu e a Fernanda já tivemos pelo ‘N Sync). E uma obcessão como essas seria até normal se fosse meio passageira, ou se ele tivesse acabado de assistir a um show muito bom da tal cantora (como aconteceu conosco depois do show do Michael Bublé, que daí a coisa piorou) ou até mesmo se ele fosse adolescente – algo muito mais aceitável. Mas não. O rapaz consegue ver em todas as músicas do tal CD a sua vida, de uma maneira que não parece ser algo do acaso e, por isso, ele parte pra Paris atrás da tal cantora.
OMG! E agora? Antes eu não tinha muita vontade de ler esse livro, mas agora fiquei bem curiosa!
Ah! E a Avril Lavigne também tem uma música chamada Wish You Were Here!




Sobre o autor do post:

Ei, você! Sou Tatiana, mineira de coração e com 23 anos nas costas. Sou uma geminiana que está bem próxima daquela descrita pelo signo - ou seja, não consigo ficar presa a uma coisa só por muito tempo e estou sempre pensando em tudo. Sou fangirl em tempo integral e me envolvo com muita facilidade nas histórias das minhas novelas mexicanas. Estudo RI (ESTÁ ACABANDO! O QUE SERÁ DA MINHA VIDA?), mas quero fazer milhares de coisas na minha vida, desde ser designer de interiores até pesquisadora sobre cultura. Ouço muita música velha, leio muitos livros (quando posso) e amo quase tudo que envolva algodão doce. Também não ligo se você preferir me chamar de Fernanda - acontece muito, veja bem.
E-mail: tatitaleite@gmail.com



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


8 Comentários em “Coluna das Gêmeas #115 – Nomes de Músicas 2”


#1 Ariane 03-03-2013 - 18:28 -
Internet Explorer 9.0 Windows 7

Ebaaaa maais uma coluna de livros com nomes de músicas!! Adorei ver meu nome ai em cima :15

Ri muitoo com A Nova Loira do Tchan!!! hahhahaa

Não conhecia Se Você Me Visse Agora… eu queroo!

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 28.0.1500.72 Windows 7

Nossa, falou em passarela, eu lembro da loira do Tchan! :03 ESSA COISA NÃO SAI DA MINHA CABEÇA! É daquelas coisas que simplesmente entram e ficam, e você tem certeza de que vai estar bem velhinha e, quando ouvir, vai se lembrar… Agora, conteúdo da faculdade, na hora da prova, é difícil lembrar! Por que o nosso cérebro tem que ser assim? :11
Estou louca para comprar esse livro da Cecelia Ahern, mas como é da Rocco, é bem provável que eu vá demorar… A não ser que tenha uma promoção MUITO boa, ou esperar até o Black Friday… :14

Beeijo Ariane!

[Responder]

Já comentou 267 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#2 gustavo 05-03-2013 - 17:32 -
Google Chrome 25.0.1364.97 Windows 7

Kakakaka!

Quando vi o “Na Passarela”, fiquei pensando, qual música será que as gêmeas vão colocar?

Daí meu cérebro relembra um clássico da música brasileira: “A Nova Loira do Tchan”, mas pensei comigo… acho que elas nem conhecem essa música.

A hora que eu vejo ali, kakakak, ri muito!

Adoro a coluna de vocês!
Beijos

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 28.0.1500.72 Windows 7

HAHAHAHAHAHA COMO NÃO COLOCAR, não é verdade? :14 E como é possível não conhecer essa música, Gustavo? Só sendo de outro planeta!

Beeijo!

[Responder]

Você já comentou 41 vezes.

#3 Thaila Gabriela 06-03-2013 - 21:40 -
Mozilla Firefox 19.0 Windows 7

Essa coluna é muito boa, às vezes deve ser um pouco complicadinho achar músicas para certos livros. Ainda não li nenhum desses livros, mas por enquanto vou escutando as músicas.
Eu queria saber se você pensa primeiro no livro ou na música para fazer a coluna?

Bjos.

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 28.0.1500.72 Windows 7

Verdade, não é muito fácil achar livros e músicas com o mesmo nome! Mas se não dá ainda para ler os livros, acho que devemos fazer o que você disse: vamos pelo menos ouvir as músicas! :09
Sobre o que pensar primeiro, se o livro ou a música… Bom, geralmente pensamos primeiro na música. De vez em quando, ao ver um livro, percebemos que o título é o mesmo de alguma música, mas é mais fácil pensar na música e depois procurar pelo livro! :27

Beeijo!

[Responder]

Você já comentou 10 vezes.

#4 Celso 01-05-2013 - 23:40 -
Safari 8536.25 iOS 6.1.3

Quero ler esse livro do Francesc Miralles, o primeiro que eu li, Amor em Minúscula, é um romance muito bom.

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 28.0.1500.72 Windows 7

Eu sou louca pra ler Amor em Minúscula! É bom mesmo? Já li algumas resenhas que me deixaram com muita vontade de ler, mas saber que você gostou ajuda bastante! E de vez em quando vejo ele em promoção aqui em BH, mas acabo deixando pra depois, e depois… Resultado: não encontro mais em promoção. Mas se um dia ver de novo, eu compro! :16

Beeijo!

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!