coluna-das-gemeas category image
Coluna das Gêmeas #123 – Orgulho e Preconceito
Sunday 05/05/2013 às 10:00 1382 Views Arquivado em: Coluna das Gêmeas

Ontem estava comentando com a Tatiana sobre nome de cachorros, e disse que se tivesse um macho, chamaria Darcy, e se fosse fêmea, Lizzie. Não consigo me desvencilhar de Orgulho e Preconceito, nem mesmo quando o assunto é cachorro! Tudo bem, não sou tão fanática/lunática que só pensa nisso, mas é que vocês não tem noção do tanto que eu amo essa história. Quer dizer, se vocês tem um livro que é o favorito de todos os tempos e sabe que o status dele nunca vai mudar, então vocês sabem como me sinto. Sou dessas pessoas que se viajar o mundo inteiro, em vez de comprar cartões postais comprarei o mesmo livro, só que com as edições dos respectivos países.
Esse livro é um clássico na história da literatura. Escrito por uma mulher, mostra a realidade de uma maneira sarcástica, com comentários honestos sobre a sociedade… Jane Austen realmente soube escrever de maneira brilhante, e a cada dia, encanta mais e mais leitores mundo afora.
Alguns desses leitores gostaram tanto de Orgulho e Preconceito que resolveram escrever livros com o mesmo enredo, só que de maneiras diferentes, em épocas diferentes e até com finais diferentes. Por isso, selecionamos cinco obras com essas características! E podem ter certeza de que todos os lançamentos relacionados à Orgulho e Preconceito, aqui ou no mundo, eu lerei um dia!

Prom and Prejudice – Elizabeth Eulberg

prom Acabei comprando esse livro por insistência da Tatiana, e hoje tenho certeza de que fiz um bom negócio. Sério, quando lançar no Brasil, vocês precisam ler! :31 Não só porque é relacionado com O&P, mas porque é um livro da Elizabeth Eulberg. Ela é fofa demais! Quando eu terminei de ler, mandei uma mensagem pra ela no Facebook e ela me respondeu. Amor infinito no coração define a minha pessoa desde então. :26
O livro é ambientado em escolas: a Longbourn Academy, para garotas, e Pemberley, a dos garotos. Lizzie Bennet é bolsista (por causa do seu talento no piano) na Longbourn, e suas únicas amigas são Charlotte – que também é bolsista – e Jane, que é rica e tem uma irmã mais nova, Lydia. Estão todos voltando daquelas mini-férias de inverno (época de Natal e essas coisas), e agora todas as garotas estão enlouquecidas com o baile, que está cada vez mais perto. O baile não é qualquer coisa, pessoal – ele sai inclusive em jornais importantes, e é tradição que garotos de Pemberley convidem as garotas de Longbourn. Lizzie não está preocupada com isso, até porque nunca que um garoto iria convidar uma bolsista, mas Jane está, ainda mais porque Charles Bingley acabou de voltar de um semestre estudando em Londres, junto com seu melhor amigo, Will Darcy. Quando Lizzie e Darcy se conhecem, logo ela percebe que ele é só mais um dos garotos de Pemberley, ou seja, esnobe e pretensioso. Mas a medida que os dias se passam, eles se encontram cada vez mais. :16
Vou parar por aí, porque tenho medo de soltar algum spoiler, mas vocês podem imaginar algumas coisas que podem acontecer, certo? Só sei o seguinte: aconteceram coisas que eu não esperava (não mesmo! :08 ), e fiquei encantada com o livro. O clima é ótimo, a Lizzie é ótima… E nem preciso comentar do Darcy, né?

Prada and Prejudice – Amanda Grace

PRADA_E_PREJUDICE_1287939417P Já falamos dele na coluna 12 e na 41, mas ainda assim, ele é baseado em O&P e lógico que deveria estar aqui!
Resumo básico da história: Callie Montgomery, uma garota nerd de 15 anos, acredita que finalmente chegou sua chance de entrar para a lista de fashionistas da escola. Isso porque, durante uma viagem com a turma para Londres, ela comprou um par de sapatos Prada. De verdade. Acontece que, como ela não é expert com saltos, dados três passos ela consegue cair e, ao acordar, está no ano de 1815! Logo conhece Emily, que acha que ela é sua amiga de infância, Rebecca, e a partir daí começa a viver com sua família, incluindo seu primo, Alex, que é um duque! :26 E não se esqueçam de que ela precisa aprender a viver numa realidade completamente contrária à dela! Ah! Antes que seu tempo no passado acabe, ela ainda quer livrar Emily de um casamento desastroso e, talvez, ganhar o coração de Alex! :13
O enredo é parecido com O&P, mas devo confessar: me lembrou muito Perdida, pelo menos a parte dela precisar aprender a viver em uma sociedade totalmente diferente daquela que está acostumada. Gente, deve ser muito difícil: sem energia elétrica, sem banheiro com água quente (ou banheiro, propriamente dito), sem telefone, internet, câmeras, pasta de dente… Tudo é lindo nos filmes e nos livros, mas que deve ser complicado, isso deve! :07 Não sei se conseguiria!

Orgulho e Preconceito e Zumbis – Seth Grahame-Smith

ORGULHO_E_PRECONCEITO_E_ZUMBIS_1267030341P Pra quem gosta de zumbis e de livros clássicos adaptados, com seres de outro mundo, aposto que esse livro é um prato cheio! A Fernanda, que é muito fã do livro original e que não gosta nada nada de zumbis, provavelmente não vai ler, mas vai que esse não é o seu caso, não é mesmo? Afinal de contas, o que seria do azul se todos gostassem do verde (o que me faz voltar ao que eu andei pensando esses dias atrás: eu acho que não tenho uma cor favorita). Enfim, nessa versão a história já começa com uma praga que está a solta em Meryton, deixando com que os mortos tragam à vida aquela música do Michael Jackson, Thriller. Credo. E enquanto as pessoas normais estão morrendo de medo (inclusive eu, que sei que os zumbis não vão parar de nos perseguir simplesmente pra dançar uma coreografia super legal como aquela – eles fazem mais o tipo The Walking Dead!), Elizabeth Bennet está determinada a acabar com essa palhaçada todos eles. Mas assim como todos nós, meros mortais, não é sempre possível manter 100% o foco naquilo que queremos fazer e, com a chegada do arrogante Sr. Darcy, que as coisas vão mudar um pouquinho o rumo.
Como a Fernanda disse na coluna 103, de zumbis, havia um boato de que alguns diretores chegaram a assinar um contrato para adaptarem esse livro e que acabaram desistindo, então não dá pra saber se o projeto vai seguir adiante ou não. Mas saindo filme ou não, se esse livro lhe chamou a atenção, você pode ler um pedaço que a Intrínseca disponibilizou aqui!

Epic Fail – Claire LaZebnik

EPIC_FAIL_1289313897P Mais uma adaptação de Orgulho e Preconceito para a época escolar! \o/ Dessa vez, a história se passa em Los Angeles, na Coral Tree Prep, uma escola onde as aparências e a sua origem contam muito na hora de decidir se você é ou não uma pessoa popular. Nesse caso, o rei da escola não poderia ser ninguém mais ninguém menos que Derek Edwards, o filho da realeza de Hollywood. Já por ser a filha do novo diretor e por também ser novata na escola, Elise Benton está longe de ser considerada popular, quanto mais alguém com potencial à realeza local. Entretanto, quando o melhor amigo de Derek começa a se interessar pela irmã de Elise, as duas passam a conviver mais com Derek, que apesar de ser o queridinho da maior parte das garotas da escola, não faz o tipo de Elise – aliás, Webster Grant lhe parece muito mais agradável.
Como não querer ler qualquer livro que remonta a história de Orgulho e Preconceito? A Fernanda já gostou bastante de Prom and Prejudice e, pra mim, que só tenho The Lizzie Bennet Diaries como experiência em Orgulho e Preconceito adaptado, quero ler tudo o que estiver ao meu alcance, seja ele um livro adaptado com adultos sendo os protagonistas, ou adolescentes!
Aliás, se você tem vontade de ver os vídeos, mas achar que o inglês é um pouquinho apressado, também pode conferir a versão legendada que a Larissa Siriani fez!

O Diário de Bridget Jones – Helen Fielding

O_DIARIO_DE_BRIDGET_JONES_1264187069P O filme que surgiu a partir desse livro (com a Renée Zellweger) é uma das comédias românticas mais queridinhas de todos os tempos, e mesmo que nós duas sejamos muito fãs do gênero, acho que ainda não o assistimos inteiro (e não por falta de vontade, mas sim de oportunidade!). Aliás, isso tem que mudar, porque em novembro desse ano sairá o 3º livro da série, segundo o The New York Times!
Mas antes de chegarmos ao terceiro livro, temos que primeiro apresentar o primeiro, não é? Pra quem não sabe, Bridget Jones é uma mulher que está na casa dos 30 anos, que não está nada satisfeita com seu corpo e com seus hábitos: ela quer parar de fumar e de beber, mas como acontece com muita gente nessa mesma situação, as coisas não são tão fáceis assim. E por falar em dificuldade, arranjar um namorado é algo ainda mais complicado – principalmente quando sua autoestima está lá embaixo.
Essa história é tida como uma das melhores adaptações de Orgulho e Preconceito, principalmente porque tem os elementos essenciais da história original na nossa realidade, que ainda que seja muito diferente, visualmente falando, ainda carrega muitas características daquela sociedade do século XIX, como a pressão para as mulheres se casarem. Quem tiver mais interesse, eu recomendo a crítica da Juliana Fausto sobre o filme, que você pode ler aqui!




Sobre o autor do post:

Helloooo! Meu nome é Fernanda, tenho 23 anos, daqui a um ano posso me chamar de administradora, mas depois quero fazer Jornalismo! Moro em Belo Horizonte há três anos, tenho uma irmã gêmea - com quem divido os livros, a estante, o quarto, o amor por novelas mexicanas e por baseball. Além disso, amo ler romances e sou uma viciada no Tumblr! Sou uma das responsáveis pela seção "Coluna das Gêmeas" (que agora é "Book: A Talk", que vai ao ar quase todos os domingos!
E-mail: fernanda3005@gmail.com



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


7 Comentários em “Coluna das Gêmeas #123 – Orgulho e Preconceito”


#1 Ariane 06-05-2013 - 07:06 -
Internet Explorer 9.0 Windows 7

Também amoo Orgulho e Preconceito

Tenho vontade de ler Orgulho e Preconceito e Zumbis :16 ehhehe

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 28.0.1500.72 Windows 7

Acho que só vou ler Orgulho e Preconceito e Zumbis porque tem O&P no meio, porque se não… :14 MEDO DESSAS CRIATURAS!

Beeijo!

[Responder]

Já comentou 267 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#2 Sumaya Lira Hermann 07-05-2013 - 16:07 -
Google Chrome 26.0.1410.64 Windows 7

Eu vou ler esse clássico ainda esse ano, mas achei divertido os dois primeiros livros que usam como base o romance de Austen. Da lista só conheço mesmo o Diário de BJ,

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 28.0.1500.72 Windows 7

Sumaya, você já leu Orgulho e Preconceito? (levando em consideração que eu demorei séculos para responder ao seu comentário, às vezes deu tempo de ler e tal… :14 ) Sabe, é um livro que você realmente deve ler. Eu sei que digo isso pra todo mundo (meus pais estão até cansados de ouvir isso, coitados), mas é que é tão lindo o romance! E eu gosto de ver a evolução dos personagens, eles não são perfeitos, sabe? Ain, é lindo!

Beeijo!

[Responder]

Você já comentou 25 vezes.

#3 Sumaya Lira Hermann 07-05-2013 - 16:09 -
Google Chrome 26.0.1410.64 Windows 7

Leio Orgulho e preconceito ainda esse ano, mas amei os dois primeiros livros que mencionam a base de sua história no clássico. Só conheço o diario da BJ dessa lista e acho muito divertido.

[Responder]

Você já comentou 25 vezes.

#4 Luly_ka 10-05-2013 - 03:24 -
Mozilla Firefox 20.0 Windows 7

Eu tenho que confessar que eu não sou a maior fã do original (não sei se foi a tradução, mas eu não conseguia gostar da escrita >.<) mas eu adoro as adaptações! O LBD é magia! *.* Outro muito bom é Lost in Austen, que conta a historia de uma fã do livro que vai parar dentro da historia, enquanto a Lizzie vem para o lugar dela no 'mundo moderno'.

[Responder]

Você já comentou 2 vezes.

#5 Letícia Di Maio 04-06-2013 - 15:12 -
Google Chrome 27.0.1453.94 Windows 7

Eu adoro os filmes da BRIDGET JONES e sou doida pra ler O DIÁRIO DE BRIDGET JONES, mas sempre falta oportunidade sabe como é…kkkkkkkk.

[Responder]

Você já comentou 6 vezes.