coluna-das-gemeas category image
Coluna das Gêmeas #139 – Grupos
Sunday 25/08/2013 às 10:18 845 Views Arquivado em: Coluna das Gêmeas

Grupos. Quem nunca teve seu grupinho na escola? Impossível alguém falar que nunca teve! Podia ser para fazer trabalhos, para sair, para estudar, até para desabafar ou falar mal de alguém :32 , mas quando uma pessoa se junta a duas ou mais para qualquer uma das alternativas anteriores, está sim formando um grupo!
Eu e a Tatiana sempre estivemos no mesmo grupo, porque sempre estudamos juntas. Sempre tivemos os mesmos amigos, gostávamos de fazer trabalhos juntas (só algumas pouquíssimas vezes fizemos separadas), e por estarmos sempre juntas, só passamos a ter cada uma o seu celular quando fizemos 19 anos e cada uma começou um curso diferente na faculdade. Olha: mesmo cada uma tendo a sua rotina, ainda assim conseguimos ter, de certa forma, um mesmo grupo, porque eu vivo no bloco da Tatiana e é até estranho se eu não vejo as amigas dela, que agora são minhas também. :26
Acredito que sempre faremos parte de um mesmo grupo, independente de estarmos fazendo cursos diferentes ou não – porque grupos vão muito além dos portões das escolas e das faculdades, eles estão presentes na vida de todo mundo! Dessa forma, essa semana nós selecionamos cinco livros com grupos bem distintos, cada um com suas qualidades (ou não, né…) e defeitos. Esperamos que gostem, aproveitem o grupo de amigos que vocês tem para sair bastante (ou estudar bastante, nunca se sabe :15 ) durante essa semana e até domingo que vem!

Bling Ring: A Gangue de Hollywood – Nancy Jo Sales

BLING_RING_1372351582P Imagina ser uma pessoa famosa e ter sua casa saqueada por uma gangue de jovens? Foi o que aconteceu com Lindsay Lohan, Orlando Bloom, Paris Hilton e outras celebridades, entre 2008 e 2009. Os jovens eram de um subúrbio endinheirado de Los Angeles, e levaram o equivalente a 3 MILHÕES DE DÓLARES em joias, dinheiro e artigos de grife, como relógios Rolex, bolsas Louis Vuitton, perfumes Chanel (really? :07 Se eu estivesse na lista de celebridades roubadas, tivesse um Chanel Nº5 por um acaso e ele fosse levado, ficaria contente em me livrar dele, porque achei uma fedentina só – desculpa para aquelas pessoas que gostam, é que ele simplesmente não faz meu estilo) e jaquetas Diane von Furstenberg.
Lógico que isso chocou o mundo, porque eles não correspondem à imagem de bandidos e conseguiram fazer esses crimes loucos – em busca do que? Bom, a autora e jornalista Nacy Jo Sales entrevistou todos os envolvidos, até os pais e advogados dos jovens e as celebridades prejudicadas. O livro foi parar no cinema, estrelado por ninguém menos que Emma Hermione Granger Watson! Quero ler e saber como tudo aconteceu, porque lembro que na época fiquei horrorizada com essa coisa de jovens roubando acessórios de celebridades – que tipo de gente faz isso? E PRECISO ver o filme, porque ver Hermione Emma fazendo uma garota má vale a pena. Vocês já leram ou assistiram? Gostaram?

Os Segredos Mais Secretos das Pretty Little Liars – Sara Shepard

OS_SEGREDOS_MAIS_SECRETOS_DAS_PRETTY_LIT_1370958778P Se tem uma coisa que me deixa passada é gritar comigo sem eu ter feito nada é a quantidade de fãs que essa série possui. Sério, eu sempre vejo muita gente surtando no Twitter por causa dos rumos que ela toma, do figurino das protagonistas (que são lindos!), das músicas (eu assino um canal do Youtube que sempre atualiza a trilha sonora de cada episódio! É esse aqui!), tudo. Eu sempre tive vontade de ver, mas de uns anos pra cá eu me tornei uma péssima telespectadora (e não tenho o costume de ver essas coisas online, simplesmente não funciona comigo). O que eu posso dizer é que pelo menos vi o último episódio da primeira temporada por motivos de: Time to be Your 21, da Alexz Johnson. Sim, eu vi por causa de uma música, e vi DUBLADO – pra vocês verem o meu amor por essa música (e o episódio de Instant Star que ela toca, o significado dela pra série, o plot twist, tudo). Mas isso não faz de mim uma pessoa bem inteirada na série, não é mesmo?
Mas para quem acompanha tudo, e principalmente os livros, esse em especial é um grande bônus! Ele funciona como um capítulo extra entre Inacreditáveis e Perversas, que são os livros 4 e 5 da série e “traz as aventuras vividas e as mentiras não reveladas durante as férias de inverno do primeiro ano do ensino médio do quarteto”. Não sei como a história está nessa altura do campeonato, mas como não gostar de uma história durante as férias, não é mesmo? Mas acho que o grande diferencial dessa narração é que se trata de, ninguém mais, ninguém menos, que uma nova “A”! O que será que isso significa? Descobriram a outra “A”? EU NÃO SEI DE NADA, QUE AGONIA!
E vocês estão sabendo que a Rocco lançou dois boxes dessa série, com quatro livros cada um? Se você é como eu e ainda não comprou os livros da série, pode simplesmente fazer como eu pretendo: comprar um box, compra esse livro, e depois compra o outro! :14 A Vida será muito mais bonita quando eu tiver todos eles na minha estante!

Confissões – Kate Brian

CONFISSOES_1366772441P São 4 livros publicados no Brasil, e 14 LIVROS NOS ESTADOS UNIDOS. Nem preciso dizer o tanto que os fãs da série estão atrasados nos acontecimentos da Academia Easton. Tanto eu como a Tatiana temos vontade de ler, mas não é aquela coisa desesperada, sabem? O primeiro é Exclusivo, seguido por Só Para Convidados, Intocáveis e finalmente, Confissões.
Mas vamos à história. Primeiro, vou falar rapidinho do que se trata a série, e aviso quando começar a falar deste quarto volume, para aqueles que não querem spoiler pularem para o próximo livro da lista. A série conta a história de Reed, uma garota bolsista da Academia Easton, que reúne jovens ricos e sofisticados. Ela acaba conhecendo as garotas do Alojamento Billings, que são as mais populares e belas do campus, e representam o passe para tudo o que um colégio particular e exclusivo pode oferecer, como festas às escondidas, garotos lindos, roupas de grife e alguns segredos não tão legais assim. Aqui começam os spoilers: como dá pra ter uma ideia se você lê a sinopse dos outros livros, a Reed consegue entrar nesse grupinho, e neste quarto volume da série, seu namorado, Thomas Pearson, morre. Josh Hollis é preso pelo crime, mas ela não acredita que ele seja o culpado.Pior do que ver todos na escola quererem esquecer o crime e ir para as baladas, Reed descobre que está apaixonada por Josh! Ainda mais, está disposta a tudo para provar sua inocência. A pergunta que fica é se ela vai conseguir, e se ela vai sobreviver às investigações!
Tá. Eu leio isso tudo que acabei de escrever e me vejo desesperada para comprar a série completa :10 . Não sei como a Galera está em relação às datas de publicação da série, mas se bobear acabo comprando tudo em inglês mesmo! Será que eu daria conta de terminar esse quarto livro e esperar durante uma certa eternidade pelo próximo? Provavelmente não. Por enquanto, vou me preocupar só com os livros da faculdade e os que eu tenho na estante para ler. Pelo menos vou tentar! :14

Loving The Band – Emily Baker

LOVING_THE_BAND_1364926447P A notícia mais importante dessa semana, pra mim, foi a possível reunião do ‘NSync no VMA desse domingo (não se esqueçam de ver! O Justin vai receber – mais que merecido – o prêmio Michael Jackson!). Desde então, quando eu tinha um tempinho livre (e foi pouco!), eu procurava mais e mais notícias sobre essa volta, se haviam definido uma música para cantarem (e eu votaria em I Thought She Knew, porque foi a primeira música que cantaram juntos) e QUALQUER notícia sobre isso. Muita gente hoje é super fã de One Direction, The Wanted, Fifth Harmony e sei lá mais o que as pessoas ouvem hoje em dia, mas o ‘N Sync foi a minha grande paixão. Tudo bem que meu amor por eles foi meio tardio, mas ainda assim, eu sabia todas as músicas (e sei, pelo visto, porque enquanto estou escrevendo aqui, estou cantando junto com o show que mais vi na vida), tinha um milhão de fotos, comprei QUASE todos os DVDs e ainda tenho um monte de músicas deles! A única coisa que eu não consigo aceitar muito bem é que exista gente que nem sabe da existência deles! Quer dizer, É O ‘NSYNC, PESSOAL! Não foi qualquer boyband! Foi linda demais pra não saberem da existência dela!
Mas enfim, esse amor por boybands, bandas e cantores é uma coisa muito contagiante, não tem como não ter um amor desses pelo menos uma vez na vida, e no caso do livro, Jess e Tegan cultivam uma paixão enorme pelo The Only Truth. Mas o que as diferem de muitas mortais, como eu, é que elas chegam a CONHECER os membros da boyband! E se isso já é muito emocionante, imagina só o que não deve ser se envolver com um dos membros, não é mesmo? Mas Jess vai fazer mais que isso: ELA VAI SE ENVOLVER COM DOIS CARAS DA BOYBAND! OMG! E agora ela terá que decidir qual dos dois ficar! Que vida difícil!
Eu preciso ler esse livro, simples assim. Vou adorar me ver na situação da Jess! hahahahhaa E acho que se eu vivesse isso com o ‘NSync, eu ficaria entre o Justin e o JC! HAHAHAHA E vocês??

Corajosos – Randy Alcorn

CORAJOSOS__1347318267P Eu não sei se essa é uma mania só minha, mas uma das coisas que eu mais gosto quando saio à noite é ficar olhando para prédios empresariais, ver os escritórios e ficar imaginando como é a vida das pessoas que trabalham lá todos os dias, como lidam com a vida em casa e essas coisas… Tudo bem que essa é uma mania um tanto quanto estranha, mas talvez isso seja uma coisa de gente que vive devaneando, não é mesmo? Mas com esse livro, uma das coisas às quais somos apresentados é à vida por trás da rotina de um policial – quer dizer, quatro. Não sei por que, mas essa capa me fez pensar em como é a vida de um policial no Brasil, e isso é algo que eu nunca tinha parado pra pensar – o máximo que cheguei foi me imaginar como policial, principalmente durante as minhas onze “lidas” de Paixão Obscura, mas mesmo assim, isso não conta muito. Em Corajosos, somos apresentados a Adam, Shane, Nathan e David, que são quatro policiais que, pelo visto, não estão sabendo muito bem como lidar com a vida em casa e com a vida profissional. Na verdade, eles não estão lidando NADA BM com isso, já que estão deixando totalmente de lado a vida fora do trabalho. Isso é muito ruim, não só porque uma vida saudável depende desse balanceamento, mas porque quem já leu O Diabo Veste Prada acaba ficando meio traumatizado com os extremos que as pessoas conseguem chegar quando pensam somente naquilo que estão sendo pagas (ou até mesmo não) a fazer. Mas enfim.
Assim como nós, meros mortais, é só com um grande acontecimento que às vezes conseguimos finalmente nos movermos pra frente e, no caso desses personagens, uma tragédia acontece com Adam e então todos têm aquele “clique” de que as coisas que realmente importam são as que mais temos que batalhar, todos os dias, para continuarmos tendo-as ao nosso lado. Não quero falar muito mais do que li na sinopse pra deixar aquele gostinho de quero mais, mas o que posso dizer é que eu fiquei curiosa! Já tinha visto esse livro numa livraria (em promoção, ainda por cima!), mas nunca tinha ficado realmente curiosa pela capa a ponto de ler a sinopse (o que é muito feio e pode nos prejudicar bastante, principalmente quando o livro que dispensamos é, na verdade, muito bom! Não façam isso!), e agora estou super arrependida! E pra quem se interessou bastante, saibam que esse livro foi baseado num filme que leva o mesmo nome! Quero ver isso também!




Sobre o autor do post:

Ei, você! Sou Tatiana, mineira de coração e com 23 anos nas costas. Sou uma geminiana que está bem próxima daquela descrita pelo signo - ou seja, não consigo ficar presa a uma coisa só por muito tempo e estou sempre pensando em tudo. Sou fangirl em tempo integral e me envolvo com muita facilidade nas histórias das minhas novelas mexicanas. Estudo RI (ESTÁ ACABANDO! O QUE SERÁ DA MINHA VIDA?), mas quero fazer milhares de coisas na minha vida, desde ser designer de interiores até pesquisadora sobre cultura. Ouço muita música velha, leio muitos livros (quando posso) e amo quase tudo que envolva algodão doce. Também não ligo se você preferir me chamar de Fernanda - acontece muito, veja bem.
E-mail: tatitaleite@gmail.com



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


4 Comentários em “Coluna das Gêmeas #139 – Grupos”


#1 Nanda 28-08-2013 - 14:47 -
Google Chrome 28.0.1500.95 Windows 7

Ei Tati,

Ah legal o tema, mas foi a coluna que menos quero ler os livros hahaha e acho que a única que não li nenhum deles. :P
Bling ring eu estou esperando umas resenhas, ainda não sei se quero ler rs. Corajosos eu não vi ninguem falar, nem faço ideia se ia gostar, mas este já me deixa mais curiosa.
bjs

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 29.0.1547.62 Windows 7

Nós também não tínhamos ouvido falar de Corajosos até fazer a pesquisa pra coluna, acredita? E parece legal!
Bling Ring ainda não li nenhuma resenha. Acho que vai ser desses livros que vou ler por um acaso, se ganhar o livro ou coisa parecida, porque não sei se gastaria dinheiro para comprá-lo, sabe?

Beeijo Nanda!

[Responder]

Já comentou 53 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#2 Ariane 28-08-2013 - 16:15 -
Internet Explorer 9.0 Windows 7

Eu quero ler Bling Ring!

“Se tem uma coisa que me deixa passada é gritar comigo sem eu ter feito nada” ahahaha adoreii!!! :16

Estou assistindo a série Pretty Little Liars!!! :15

[Responder]

Fernanda responde:

Google Chrome 29.0.1547.62 Windows 7

Eu vou ler Bling Ring se um dia eu ganhar o livro ou coisa parecida, porque não sei se gastaria meu dinheiro com isso, sabe? Apesar de que realmente eu quero saber o que moveu a mente daqueles jovens – se é que isso vai ser dito.
E você está gostando de Pretty Little Liars? Eu até queria assistir, mas fiquei com medo em um episódio e decidi não ver. Ainda mais porque eu nunca consigo acompanhar as séries, já cheguei a essa conclusão. Mal consigo acompanhar minhas novelas mexicanas! :07

Beeijo Ariane!

[Responder]

Já comentou 267 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!