coluna-das-gemeas category image
Coluna das Gêmeas #54 – Verão
Sunday 18/12/2011 às 07:03 1124 Views Arquivado em: Coluna das Gêmeas

E… O verão está chegando! *-* Sol, praia, mar, piscina, biquíni, protetor solar (não se esqueçam!)… Você pode não gostar de tudo isso (eu e a Tatiana somos um exemplo :P), mas que é o que se passa na sua cabeça, isso você tem que admitir! E tem época melhor que o verão (que por um acaso você finalmente está de férias) para fazer coisas novas, viajar, ler, ver televisão e se divertir com os amigos? Não tem! No verão, tudo pode acontecer, desde um amor arrebatador até um curso de mandarim que você queria muito fazer (eu escolheria italiano, mas cada um tem seu gosto, não é verdade? ;)). O verão é a época de nos avaliarmos, de fazermos planos para o próximo ano (e não digo planos de qual caderno você vai comprar, são planos que vão mudar o curso da sua vida!), de vivermos coisas novas!
Nada melhor do que começar o verão com livros inspiradores, de fazer você levantar do sofá e dizer para si mesmo: “eu vou ser diferente, vou fazer acontecer”! Aproveitem a coluna, aproveitem o verão e não se esqueçam: domingo que vem é Natal! \o/ Beeijo pra todo mundo!

A Caminho do Verão – Sarah Dessen

Auden é uma garota como outra qualquer, seus pais são separados, sua mãe é uma maga da literatura e seu pai um escritor sonhador. Ela está prestes a entrar na faculdade e só tem um verão antes de sua vida mudar, então decide passar esse tempo com seu pai, e viver. Viver de verdade, experimentar coisas novas, sem preocupações, sem metas.
Colby é uma cidadezinha minúscula do litoral, e lá ela vai conhecer melhor sua madrasta, ter um emprego em uma boutique e conhecer Eli, um garoto misterioso. Tudo pode acontecer! 8D
Ainda não li algum livro da Sarah (e não é por falta de vontade, hein?), mas só ouço coisas boas a seu respeito! Muitos dizem que ela é a típica escritora que entende os adolescentes, não precisa apressar nem segurar os acontecimentos, tudo acontece no seu tempo. E, num mundo em que tudo deve ser feito às pressas e a vontade de fazer as coisas ao mesmo tempo reina em todos, acredito que esse é um ótimo livro para começar seu verão e rever seus conceitos para o próximo ano, que tal? Nada como um verão para transformar nossas vidas!
E não posso deixar de comentar: essa capa é muito linda! A Editora ID está de parabéns não só pelo trabalho com ela, mas com todas as outras capas! Ah! E no fim do livro tem uma playlist das músicas que ajudaram a autora a escrever o livro, vale a pena conferir!

A Menina que Conversava com o Verão – Sally Nicholls

Mesmo antes de começarmos a estudar, os verões significavam muita alegria para nós. Passávamos as tardes vendo TV Cultura com a minha mãe e brincando de sonhar com as coisas que víamos. Sonhávamos com aquele especial de Cadê o Léo, fazíamos a dança da chuva de O Pequeno Urso (uma vez, podíamos jurar que deu certo!), imaginávamos se haveria um quarto tão legal quando o do Nino e muitos outros devaneios. O verão sempre representou essas viagens e descobertas e fomos muito felizes durante todos aqueles anos.
Já Molly e Hanna tiveram que lidar com uma perda: a mãe das meninas morre e o pai decide mandá-las para a casa dos avós no interior, onde Hanna não consegue se adaptar muito bem. Ela então decide fugir com a irmã mais nova, à noite, e durante essa fuga, uma tempestade acaba separando as duas. Sozinha, Molly vê um homem verde, machucado, sendo perseguido por um caçador com chifres e uma matilha de cães e, para a sua surpresa, o reconhece num rosto esculpido em uma velha igreja como o Deus do Verão, uma lenda local de um homem que fazia vida florescer ao seu toque. Poderia mesmo ele ser real? As pessoas não acreditam nas histórias que Molly contava sobre o tal e ela parecia ser a única capaz de vê-lo. E se ele fosse mesmo real, será que haveria alguma forma de fazer sua mãe voltar à vida?
Lidar om a morte não é uma coisa fácil e, infelizmente, estamos vendo a nossa mãe e avó passarem por isso por causa de um tio nosso, que faleceu no mês passado. Se a minha avó encontrasse um Homem Verde assim, com certeza gostaria de ter acesso aos seus poderes. Aliás, quem não gostaria? Mas infelizmente não podemos controlar tudo a nossa volta, né? Estou muito ansiosa pra saber se esse homem é mesmo real e se a Hanna vai conseguir voltar, né?

Um Verão Inesquecível – Elizabeth Craft

Verão lembra praia, praia lembra sol, sol lembra festa, e junte tudo isso e teremos… Amores de verão! Com Sara e Josh não é diferente: durante o verão eles vivem uma paixão arrebatadora, mas o final das férias chega e, como vivem em cidades diferentes, tudo fica um pouco mais sofrido, certo? Ainda mais porque Sara, ao voltar para sua cidade, descobre que está prestes a se mudar!
O que ela não contava era que essa nova cidade é justamente a mesma de Josh! Melhor ainda, eles vão estudar na mesma escola! Parece bom demais para ser verdade, certo? Correto, porque Josh tem um problema: uma namorada! /o\ (Sim, Josh merece ir para o canto da parece ficar de castigo!). E agora? Sara vai contar com Tim, seu amigo, para conquistar seu amor de verão – mas será mesmo que Josh é o cara certo? E se o cara certo estiver, na verdade, ao seu lado?
Eu adoro os livros da Coleção Primeiro Amor. São todos adolescentes, com problemas comuns, mas sempre que eu leio um fico com aquela sensação de que na adolescência tinha que acontecer milhares de coisas, que a vida tinha que ser feita de possibilidades, aventuras e diversão. Bem que a Editora Ática podia lançar os outros livros, né? No Brasil foram publicados 19, e nos Estados Unidos tem quase 50 livros (alguns são trilogias!), se não me engano.
Esse é mais um dos meus favoritos da coleção. A protagonista é meio obcecada pelo Josh e meio devagar, mas pensem comigo: quantas vezes, ao querer muito uma coisa, esquecemos-nos de olhar para os lados e pesar de aquilo é realmente o melhor para nós? Vale a pena a leitura!

O Verão Que Mudou Minha Vida – Jenny Han

Além do final das aulas e provas, ansiamos pelas férias para podermos realizar aqueles planos que fazemos durante todo o ano pelas nossas viagens, saídas e aventuras, e sempre esperamos que esse período dure mais meses que o normal, né? Para Belly, a ansiedade era sempre imensa, pois sua vida era medida pelas férias de verão e todas as coisas boas do mundo aconteciam entre junho e agosto. Ela, seu irmão Steve e sua mãe iam sempre a Cousins Beach para ficarem na casa de Susannah, a melhor amiga da mãe. Belly sempre tivera a companhia de Conrad e Jeremiah, os dois filhos de Susannah, e apesar dos dois só a enxergarem como amiga, Belly sempre cultivara uma paixão por Conrad (o que me faz lembrar um pouco Lonely Hearts Club, que a Priscila já resenhou aqui!), o sério irmão mais velho. Mas eis que as coisas mudam nas vésperas do aniversário de 16 anos de Belly, pois além dos dois começarem a enxergar Belly como uma garota linda, algo acontece e esse é talvez seja o último verão estarão estarão juntos naquela praia.
Quantas vezes já não lemos matérias em revistas sobre amores de verão? Muitas vezes, eles são tão longos quanto um verão, mas também acontece de amores assim perdurarem e o casal ficar junto por muito tempo. O caso de Belly é um pouco diferente, ao meu ver, pois esse amor era constante e fizera parte de sua vida por muitos anos e, ainda que o verão chegasse ao fim e ela voltasse para casa, um reencontro era inevitável nas férias seguintes. Era uma coia certa. Mas o que poderia ser tão marcante assim que colocaria o próximo verão em risco? Esse é um dos lançamentos que fiquei mais feliz em ver, pois já queria ler o livro antes mesmo de ser lançado no Brasil. Ele é o primeiro de uma trilogia e suas continuações são It’s Not Summer Without You e We’ll Always Have Summer. Tomara que a Galera lance os próximos volumes logo! Quem está ansioso pra ver o que vai acontecer? o/

Fim de Verão – Joyce Maynard

Tem verões que não fazemos nada. Tudo se resume em ficar em casa, ver televisão, ficar à toa (vá ler!) e comer. Não que verões assim sejam muito ruins, mas dá uma sensação de tempo perdido, não dá? No caso de Henry, o verão de 1987 já estava chegando ao fim e nada extraordinário acontecera. Ele não está muito animado com a volta às aulas, mas esta era uma forma de sair um pouco da casa em que vive com a mãe ex-dançarina, que parece não ter mais ânimo para viver depois que se separou. A rotina dois dois, entretanto, muda completamente com uma ida ao supermercado e um homem com uma calça encharcada de sangue que pede uma carona. Frank, que é um fugitivo da polícia por ter cometido um crime brutal (segundo anunciam nos telejornais), acaba ficando hospedado na casa de Henry até seus ferimentos melhorarem e, enquanto isso, tudo na vida daquela casa muda, pois Frank conta histórias, cozinha, ensina beisebol ao Henry (me ensina também!)…
Uma das coisas mais interessantes sobre esse livro é que a narração é feita pelo Henry prestes a se tornar adulto, narrando suas memórias sobre aquele estranho que mudara sua vida quando ele tinha apenas 13 anos de idade. Então, como se trata apenas das lembranças do Henry, só temos acesso aos fatos sob o ponto de vista do garoto, o que significa que nem sempre tudo aconteceu como fora narrado, já que as emoções podem influenciar (e muito) a narrativa. Mas ainda assim não é curioso? Normalmente, quando algum desconhecido pede carona, não é comum uma mãe se prontificar a ajudar sem ao menos fazer uma pergunta, não é mesmo? O que será acontecerá com o Frank? E a mãe do Henry, Adele, vai melhorar de sua depressão? #curiosidademáxima




Sobre o autor do post:

Ei, você! Sou Tatiana, mineira de coração e com 23 anos nas costas. Sou uma geminiana que está bem próxima daquela descrita pelo signo - ou seja, não consigo ficar presa a uma coisa só por muito tempo e estou sempre pensando em tudo. Sou fangirl em tempo integral e me envolvo com muita facilidade nas histórias das minhas novelas mexicanas. Estudo RI (ESTÁ ACABANDO! O QUE SERÁ DA MINHA VIDA?), mas quero fazer milhares de coisas na minha vida, desde ser designer de interiores até pesquisadora sobre cultura. Ouço muita música velha, leio muitos livros (quando posso) e amo quase tudo que envolva algodão doce. Também não ligo se você preferir me chamar de Fernanda - acontece muito, veja bem.
E-mail: tatitaleite@gmail.com



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


12 Comentários em “Coluna das Gêmeas #54 – Verão”


#1 Daniela Tiemi 18-12-2011 - 08:44 -
Internet Explorer 7.0 Windows XP

Quero mto ler “A caminho do verão” e “O Verão Que Mudou Minha Vida” !!!!!!!!! =0)
Ótimas dicas!

Bjo.

[Responder]

Tatiana responde:

Google Chrome 16.0.912.63 Windows 7

A Caminho do Verão é um must na nossa lista, não só por causa da sinopse e da capa, mas porque a escrita da Sarah Dessen é muito elogiada e nós queremos conferir! :28
Beeijo! ;3

[Responder]

Você já comentou 2 vezes.

#2 Adrielly 18-12-2011 - 15:39 -
Google Chrome 16.0.912.63 Windows XP

Apesar de preferir inverno ao verão, adorei o tema e aaaaamo piscinas, aliás, se deixarem eu moro na piscina e não saio nem pra comer uhauhauhau. Amei a capa de “Fim de Verão” e a história parece ser bem legal também.

[Responder]

Tatiana responde:

Google Chrome 16.0.912.63 Windows 7

Eu amo o inverno também, principalmente porque o frio é como uma tomada pra mim – eu fico mais energizada e mais alegre. Mas o verão é tão… É tão liberdade + felicidade + esperança! ahahaha Não tem como não gostar! (só o calor excessivo que tira mesmo toda a graça!)
Quando éramos pequenas, gostávamos mais de piscina, mas o meu grande problema sempre esteve no fato de não saber nadar. Acho que o peso disso foi ficando muito forte e aí eu fui desistindo… E hoje já nem entro mesmo. :24

Beeijo! ;3

[Responder]

Você já comentou 38 vezes.

#3 Luana 18-12-2011 - 16:24 -
Mozilla Firefox 9.0 Windows 7

Ai verão é tudo de bom! Eu amo!!! Bah eu quero ler O verão que mudou a minha vida, me parece ser legal.

Bjs

[Responder]

Tatiana responde:

Google Chrome 16.0.912.63 Windows 7

Acho que a melhor parte do verão, além das férias, é que nessa época a gente sempre fica mais esperançoso que coisas boas podem acontecer! Não sei se é pela proximidade do final do ano ou não, mas eu sempre fico assim! :23

Beeijo! ;3

[Responder]

Já comentou 231 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#4 Priscila 18-12-2011 - 17:57 -
Google Chrome 16.0.912.63 Windows 7

Eu to LOUCA pra ler A Caminho do Verão! Tão falando tão bem desse livro que me deixou mega curiosa! Bom, levando em conta que moro numa cidade onde 40ºC é comum, devo dizer que super prefiro o inverno haha mas adoro o colorido do verão… Minhas férias vão demorar um bocado ainda para acontecer, mas adoro esse período de festas e o meu mês favorito do ano é Janeiro então acho que sou obrigada a dizer que gosto sim do verão haha um beijo meninas! :07

[Responder]

Administradora do blog.

#5 Yara Prado 18-12-2011 - 18:10 -
Google Chrome 16.0.912.63 Windows 7

Ah, eu ja li UM VERÃO INESQUECIVEL!!! E é lindo…rsrsrs
E quero muuuuito ler A CAMINHO DO VERÃO e O VERÃO QUE MUDOU MINHA VIDA…
Sei lá, tenho grandes (mentira, enormes…rsrsrs) expectativas por esses dois livros…rsrsrs
Bjs.

[Responder]

Já comentou 802 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#6 Felipe Vicente 18-12-2011 - 19:11 -
Google Chrome 16.0.912.63 Windows 7

Me parecem bons livros, “Um Verão Inesquecível” me chamou atenção.

Quer passar o natal no Open Books?
http://blogopenbooks.blogspot.com/2011/12/venha-passar-o-natal-com-o-open-books.html

Abraço, Felipe.

[Responder]

Você já comentou 4 vezes.

#7 Babi Lorentz 18-12-2011 - 19:33 -
Mozilla Firefox 8.0.1 Windows 7

Meninas, acho que desses eu só li Um Verão Inesquecível (a Coleção Primeiro Amor é um amorzinho, rs. Já li vários).
Concordo com vocês: não sou grande fã do verão.
O que eu gosto mesmo é que é nesse período que estamos de férias (mas bem que eu adoraria sair do Brasil e ir rumo a um país bem frio, rs).
Beijão

[Responder]

Já comentou 52 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#8 Bruna 19-12-2011 - 22:15 -
Google Chrome 16.0.912.63 Windows XP

Olá!

Achei todas as sugestões bem legais, mas estou realmente ansiosa por ler algum livro da Sarah Dessen :30 , logo “A caminho do verão” é o que mais gostei!(o que mais lembrar que também quero ler “Just listen” *.*)

O livro “A menina que conversava com o verão” parece ser muito fofo, e também me fez lembrar de outro livro quero ler :09 : “Noah foge de casa”.

Eu amei as duas primeiras capas, concordo plenamente com o comentário do o trabalho da editora ID, excelente! E achei a foto da 2ª capa muito significativa, pois essa imagem me traz boas sensações (eu amo um balanço em árvore rsrs), me passa uma sensação de liberdade… algo assim :16

Já li a sinopse de “O verão que mudou minha vida” algumas vezes, e o efeito que ele causa sobre mim é exatamente curiosidade… o que será que aocnteceu :38 ?

Ah! E não poderia deixar de comentar, também assistia cultura :16 , lembro que na primeira vez que asssiti “Cadê o Léo”, fiquei tão ansiosa esperando que passasse de novo… nã osei se fui que perdi as exibições :37 , mas demorou muuuito para isso acontecer.

Gostei mesmo! :04

[Responder]

Já comentou 60 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#9 Cíntia Mara 01-01-2012 - 21:30 -
Google Chrome 16.0.912.63 Windows 7

Faltou A Irmandade das Calças Viajantes. Tá certo que não tem “verão” no título, mas a série inteira se passa nessa época. Ah, também tem Nosso Último Verão, da mesma autora. Amo!

Beijos

[Responder]

Você já comentou 40 vezes.