coluna-das-gemeas category image
Coluna das Gêmeas #79 – Especial: Abandonados (ou quase) pela Equipe
Sunday 10/06/2012 às 08:02 1018 Views Arquivado em: Coluna das Gêmeas

Oi, gente! :29  E esse frio, hein? Aqui até que não estamos sentindo tanto, mas tem lugar no Brasil que só na base de muito cobertor e de chocolate quente pra viver feliz! E o melhor dessa época do ano é que, além das férias estarem chegando (essa é a nossa última semana! #masasaudadeestábatendodesdejá) e de podermos ficar em casa, na cama, na Internet, saindo com os amigos ou fazendo o que quer que seja que vocês costumam fazer nas férias dessa época (e que eu não imagino envolver piscina, nem mesmo uma aquecida :32 ), chega a hora de finalmente nos jogarmos nas leituras atrasadas e bota atrasadas nisso! Eu nem sei por qual livro começar, porque estou com um desde abril e outros três na lista de urgências! Imagino que eu vá gostar de todos, mas nem sempre isso acontece, né?
É muito triste quando começamos um leitura super empolgados, esperando ver finalmente o que os outros falam de tão bom a respeito do tal livro e, no meio daquela empolgação, um tédio incontrolável ou uma tristeza devastadora nos invade e… Abandonamos o livro. A sensação de frustração e de tempo perdido é inevitável, mas o que fica mesmo na memória é que aquele livro foi uma decepção e que todo aquele esforço durante as partes mais críticas da narração  que você já passou no livro não lhe serviram para nada. Ele não melhorou e você se sente triste. É como se fosse um relacionamento, que você se empenha para dar certo e, no final, não dá.
O sentimento pode ser ainda pior se você continua a sua batalha, mas chega ao final do livro com aquela incerteza se teria ou não ficado mais feliz sem saber que o livro não melhoraria nada. É como se você nadasse muito e morresse na praia, entendem? Pois todos da equipe já passaram por experiências assim e, no mês de aniversário do blog, chegou a hora de saber quais foram as marcas esses livros nos deixaram!
Boa semana a todos!

Mentirinhas Inocentes – Gemma Townley

Chick-lit. Se eu penso no gênero, dificilmente vou me imaginar me decepcionando completamente com uma história, não só por ser muito fã do estilo, mas por me identificar com muitas coisas que as personagens passam. Mas e o quê esse livro tem de diferente, pra me deixar abandonar, uma vez que a sinopse não é ruim?
A história gira em torno de Natalie Raglan, mais um mocinha que resolveu largar mão da vida de interior e que se muda para Londres com grandes sonhos de viver uma vida badalada, digna de cidade grande. Ela vai para Notting Hill achando que rapidamente estaria no meio das festas, do agito londrino e da vida que sempre quis, mas os convites para festas e jantares que chegam em sua casa… Nunca são para ela: são sempre para a antiga inquilina, Cressida Langton, alguém que parece ter vivido tudo aquilo que Natalie sempre quis viver. Então, cansada de ter que aturar tudo isso e com um convite irrecusável nas mãos, ela decide dar uma chance à sorte e fazer a única coisa que parece ser a salvação de seu tédio: resolve se passar por Cressida.
Isso parece bem coisa de chick-lit, né? Porque vamos ser sinceros: quem resolve se passar no lugar de outra pessoa sempre fica com aquela sensação de estar sendo observado, de no fundo alguém saber o seu segredo e que, em questão de minutos, todos irão “sacar” qual é a sua! #experiênciaprópria E isso até me deixaria empolgada, porque na vida real você também fica com um friozinho na barriga, mas a Natalie não conseguia me empolgar. Aliás, ela me deixava nervosa de um jeito nada bom, porque tudo o que eu mais queria era entrar no livro e dar uns “tapas de realidade” na cara dela e dizer SEJA VOCÊ MESMA (tenho um probleminha com essa frase, mas isso é história para outra hora, já que vocês não vão entender se eu disser que tem a ver com aquela música de Laços de Família, triste pra caramba), E PARE DE MENTIR! :06 Fazer de conta que é outra pessoa por um dia? É, tem gente que acha divertido. Mas ficar nessa pra ver se sua vida melhora não dá, né? Sem contar que eu tenho sérios problemas com mentiras em livros! Detesto! Em O Garoto da Casa ao Lado eu fiquei super agoniada com a mentira do John, mas o livro estava tão bom que tudo o que eu pensava era que tinha que continuar – o que foi totalmente o contrário de Mentirinhas Inocentes.
O lado bom? A Fernanda leu o livro todo e me contou uma cena engraçadíssima e o que acontece no final, então eu fiquei aliviada com a certeza de que aquela enrolação do início teria fim em algum momento. Mas eu tenho vontade de dar mais um chance? Não, não tenho mesmo. :15

Meninas Inseparáveis – Lori Lansen

O livro foi um fenômeno mundial. A autora teve sua estréia com um livro super aclamado e, este seu lançamento, ganhou milhares de fãs. Também recebeu o “Richard and Judy Award” como um dos livros mais vendidos na Inglaterra em 2006, esteve na lista dos mais vendidos do Reino Unido por semanas e ainda fora classificado pela Isabel Allende, escritora chilena, como uma “história extraordinária”. Depois de todos esses elogios e burburinhos, você simplesmente pensa que esse pode ser um livro e tanto e que, dificilmente, se decepcionará com a leitura. Mais eis que essa é a tristeza literária da Dana: “Embora eu tenha mais uns 6 livros para indicar como piores leituras, esse foi aquele que eu tive coragem mesmo de abandonar, pois os outros eu só lamentei o tempo perdido, esse, no entanto, eu nem “paguei pra ver”. Muitas pessoas disseram ser um livro lindo, poético, inspirador e profundo, mas eu achei uma chatice sem fim. Eu estava até bem empolgada e aguentando firme a lenga-lenga, pois eu pensava: poxa, é uma chatice, mas vale a pena saber o que essas moças passaram. Aí li que era uma obra ficcional, puff, larguei e me revoltei por ter lido umas 100 páginas. Enfim, eu não gostei nada, nada, nada, tanto que abandonei, coisa que nunca faço.“. Pois é, minha gente, nem todo sucesso pode fazer sucesso contigo. :37  #frasefeiamasverdadeira
Essa história tão aclamada é sobre duas irmãs gêmeas que são siamesas craniópagas (com as cabeças unidas) e que, mesmo com pouca autonomia e solidão, mostram que uma mesma realidade pode ser interpretada de formas diferentes – quando a perspectiva é diferente. Rose e Ruby estão prestes a quebrar o recorde de longevidade para um caso como esse e, aos 29 anos, decidem escrever um livro sobre suas memórias, mostrando que, mesmo unidas pelas mais diversas formas, ainda são pessoas diferentes e que vivem dramas comuns aos de todos.
Acho que eu já tinha ouvido falar deste livro (a capa eu sei que já vi! :02 ), mas fiquei meio em dúvida sobre se eu deveria ou não me arriscar nesse tipo de leitura, ainda mais na minha condição de irmã gêmea, que imagino me deixar ainda mais sensitiva para o que elas estão passando. Pode ser que este seja um grande desafio literário para mim por causa da história, mas depois do que a Dana falou, com certeza pensarei mais sobre a ideia de colocá-lo na minha lista.

Garota Replay – Tammy Luciano

É difícil falar de um livro que divide as opiniões: umas pessoas adoraram e outras não, como a PriscilaLi até o final mas não gostei. Não consegui me “conectar” com a personagem em nenhum momento. Não torci pelo casalzinho e sinceramente dei graças a Deus pela tal Thizi não ser uma pessoa de verdade e ficar só no mundo da ficção. A protagonista é extremamente futil, sem-graça e nojentinha. Tinha momentos que queria sacudi-la e falar: “minha filha, se o cara não serve porque você ta com ele? Toma uma atitude!” O final que poderia de alguma forma ter salvo o livro, não me causou nenhuma surpresa, pelo contrario, gostaria MUITO que não fosse tão obvio. Não adianta, eu realmente não gostei do livro e não indico de maneira nenhuma.”.
Conhecemos a história de Thizi, uma garota apaixonada pela vida que vê tudo mudar completamente em uma madrugada, quando descobre que seu namorado, Tadeu, beijou outra garota em uma noitada e ainda por cima quebrou o nariz de Tito, melhor amigo dela – que, aliás, fotografou a prova da traição. Pra piorar, Tadeu dirigiu bêbado nesta noite e ainda causou um grave acidente, colocando o amigo, Gabiru, em coma. E ainda tem mais: Thizi encontra uma garota idêntica a ela, uma verdadeira replay! Agora que não é mais a única do planeta, ela precisa entender que só o amor tem o poder de provocar as melhores mudanças.
Já vi resenhas positivas e negativas, e é nessas horas que eu fico curiosa com um livro: qual será a minha opinião? Uma hora vou ler!

A Batalha do Apocalipse – Eduardo Spohr

Falamos desse livro na coluna 43, sobre batalhas. Colocamos a sinopse dessa forma: “sobre Há muitos e muitos (e muitos e mais um pouco) anos, houve uma grande batalha no Paraíso Celeste entre anjos guerreiros e arcanjos, e os renegados foram exilados e condenados a viverem no mundo dos homens até o dia do Juízo Final. Quando é chegado o momento do Apocalipse, o líder dos renegados é convidado pelo Arcanjo Negro a se juntar na batalha do Armagedon, que decidirá o futuro do mundo e do universo.”.
Aparentemente, o livro parece bom, mas não foi o que o Dudu achou: “Resolvi ler porque todos estavam falando que o livro era bom, que tinha ficado na lista dos mais vendidos da Veja e a coisa toda. Mas, eu não consegui me concentrar na história. Me pareceu uma coisa muito “superficial”. Odiei. Parece que o autor se esforçou tanto para escrever bem e certo, que o livro ficou sem alma. Sei lá. Li ele até o final, demorei um tempão para terminar, porque cada página que passava ficava pior.”.
Bom, não é o tipo de livro que leio, e acho que ainda vai demorar muito para ler, mas quem sabe um dia eu acabe dando uma chance a ele?

Um Dia – David Nicholls

Esse livro é um queridinho de diversas blogueiras, levou muita gente ao cinema e gerou diversas imagens no Tumblr, mas não conquistou a Yara: “Estava doida para ler porque só lia resenhas positivas e a capa também ajudava… Comprei e odiei. Não consegui me concentrar para ler, não me prendia de jeito nenhum. O livro narra um dia de cada ano, e ficou vazio demais… Coisas que mereciam mais detalhes não foram destacadas e outros parágrafos enormes eram usados para descrever coisas sem importância, o que deixou a leitura mega cansativa. A Em é uma personagem sem graça, boba e altruísta demais, mas o pior mesmo foi o Dex; menino imaturo, mimado, egocêntrico e inconsequente. Detestei ele e só terminei o livro porque sou teimosa, mas li em apenas dois dias, tamanha era a vontade que eu tinha de terminar logo e poder começar algum outro melhor, mas em momento nenhum fiquei curiosa para saber o que ia acontecer na próxima página, e o final do livro foi exatamente o que eu precisava para detestar ele mais ainda.” Esse é um dos livros que eu e a Fernanda morremos de vontade de ler, não só pelas boas críticas (e pela vontade de ler antes de ver o filme), mas porque a sinopse nos chamou a atenção: A formatura da faculdade será no 16 de julho e, ainda que este dia seja, tecnicamente, uma passagem muito importante de uma fase da vida para a outra e o dia onde todos aqueles seus sonhos mais profundos inundam a sua cabeça com mais expectativa que a já esperada, é no dia anterior que Dexter e Emma se conhecem. É neste dia que suas vidas mudam: eles não conseguem parar de pensar um no outro, mesmo com uma troca de experiências tão curta. Com a narração dos 20 anos seguintes, conhecemos um pouco sobre como a vida dos dois se desenrolou, sempre no mesmo dia 15 de julho, e sobre a quantas anda o relacionamento que desenvolveram ao longo desses anos.
Eu não sei vocês, mas eu tenho algumas datas que são muito importantes pra mim (não vale o dia do aniversário! :31 ) e que, ao longo de alguns anos, sempre proporcionaram reviravoltas na minha vida. Esse é um ponto fundamental no qual eu me identifico com a história (mesmo sem ter lido): um dia certo para falar sobre. Então é claro que ainda estou curiosa – ainda mais para saber quais são as mudanças que ocorrem e pra conferir se tudo aquilo que eles imaginaram um dia realmente aconteceu.

Pegando Fogo – Meg Cabot

Sim, senhoras e senhores: existe um livro da Meg Cabot que não gostei – e dizer isso é contrariar praticamente todos os outros leitores da autora. A Tatiana mesmo amou o livro, e fica me falando: “Fernanda, você é louca! Como que você não gostou?”. Pois é, não deu. :26 Eu pensei milhares de vezes em abandonar (sério), mas não queria fazer isso com um livro da Meg, e toda hora pensava: “Vai que no final esse negócio melhora, né?”. Não, não melhorou.
A história é sobre Katie Ellison, uma mentirosa de mão cheia que guarda um grande segredo sobre seu antigo melhor amigo, Tommy, que há quatro anos criou uma grande confusão e acabou saindo da cidade. O problema é que o menino voltou, e é hora de Katie decidir se vai continuar com as mentiras, para manter a aparência, ou se vai botar a boca no trombone e aceitar que as coisas nunca mais serão como antes.
Livros com muitas mentiras me irritam, na maioria das vezes, e com esse não foi diferente. A protagonista me tirava do sério, e a bola de neve que foi se transformando a vida dela… Que agonia. Um dia eu ainda quero reler para ver se mudo de opinião, porque não me conformo em não gostar de um livro dela, mas não vai ser logo não…




Sobre o autor do post:

Ei, você! Sou Tatiana, mineira de coração e com 23 anos nas costas. Sou uma geminiana que está bem próxima daquela descrita pelo signo - ou seja, não consigo ficar presa a uma coisa só por muito tempo e estou sempre pensando em tudo. Sou fangirl em tempo integral e me envolvo com muita facilidade nas histórias das minhas novelas mexicanas. Estudo RI (ESTÁ ACABANDO! O QUE SERÁ DA MINHA VIDA?), mas quero fazer milhares de coisas na minha vida, desde ser designer de interiores até pesquisadora sobre cultura. Ouço muita música velha, leio muitos livros (quando posso) e amo quase tudo que envolva algodão doce. Também não ligo se você preferir me chamar de Fernanda - acontece muito, veja bem.
E-mail: tatitaleite@gmail.com



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


11 Comentários em “Coluna das Gêmeas #79 – Especial: Abandonados (ou quase) pela Equipe”


#1 Lygia 10-06-2012 - 08:57 -
Google Chrome 21.0.1163.0 Windows 7

Vixe! Que controverso! hahaha….alguns livros funcionam bem para algumas pessoas, outros não! O fato é que tbm existem alguns que não funcionam pra NINGUÉM, aí é tenso. O da Gemma, é um desses exemplos. Nunca li ngm dizendo algo bom desse livro da autora! xD

Ótima coluna, como sempre, meninas! \o/
Bjs.

[Responder]

Você já comentou 19 vezes.

#2 Ariane 10-06-2012 - 11:37 -
Internet Explorer 8.0 Windows XP

Estou com A Batalha do Apocalipse para ler… quero e não quero ler ahahaha
Aii queroo mto ler Um dia ;D

[Responder]

Já comentou 267 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#3 Yara Prado 10-06-2012 - 18:21 -
Google Chrome 19.0.1084.52 Windows 7

Como assim Fer?! Você não gostou de Pegando fogo! Ah, eu adorei…rsrsrs
Não vou falar muito, porque não gostei de UM DIA…rsrsrs
Mas mesmo assim, estou chocada…rsrsrs
Bjs.

[Responder]

Tatiana Leite responde:

Google Chrome 19.0.1084.52 Windows 7

Hahahahahahahaha Eu falo isso SEMPRE pra ela! Eu achei a história super leve e divertida, e, apesar das mentiras da Katie (que deram MUITA agonia até o final do livro), eu gostei bastante! A Fernanda só pode estar ficando doida! :31
Beeijo! ;3

[Responder]

Yara Prado responde:

Google Chrome 19.0.1084.52 Windows 7

Concordo Tati…
Super leve! E as mentiras, meu Deus, davam raiva, mas mesmo assim, adorei… Claro que é bem coisa de filme, né? Quando começa a ver, já imagina o final e provavelmente acerta, mas mesmo assim, acompanhar o desenvolvimento é muito legal…rsrsrs
Bjs.

[Responder]

Já comentou 802 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#4 Flora Castro 10-06-2012 - 21:42 -
Google Chrome 16.0.912.77 Windows 7

Garota Replay é uma droga. Um dia e a Batalha eu quero ler ainda. E não consegui passar da página 100 de Pegando Fogo, achei chaaaaaaaato. Achei muito válido o post! IUAHSIDHIAHSD Só acho que faltou O Céu está em Todo Lugar, livro chato, chato, chato.

[Responder]

Você já comentou 3 vezes.

#5 Filipe Machado 10-06-2012 - 23:31 -
Google Chrome 19.0.1084.52 Windows 7

Eu tenho A Batalha do Apocalipse aqui, que por sinal, eu também abandonei ainda nas primeiras páginas. No caso, não foi porque eu não gostei, mas pelo fato da minha cabeça estar cheia de coisas, e esse livro precisa de extrema dedicação e atenção. Acho que, principalmente por tocar num assunto polêmico, que tem a ver com religião, e onde o autor escreve bem de um jeito a querer te convencer de tal coisa. E como sou muito cabeça dura, imutável e decidido, fiquei com raiva do livro, mas isso não quer dizer que eu ainda não vá le-lo, pelo contrário, tenho muita vontade, pra usar de alguma maneira proveitosa essa ficção do Spohr.
Logo, um que eu abandonei por ser RIDICULO mesmo, foi A Cabana. Mas poxa, ele é um livro tão mistico e espiritual, que te leva a entender Deus… Humpf! Lixo. Sério, esse livro não tem nada a ver com nada. Tem muito evangélico que adora, mas só porque não lê a Biblia e usa a filosofia desse livro como uma filosofia de vida. Eu era louco pra ler, e o começo dele é super estimulante, porque tem todo o papo de que sequestraram a filha do personagem principal e tal, e ele recebe uma carta pra encontrar com alguém em uma Cabana… Super mistério, que eu adoro. Mas a partir do meio, o autor começa a querer explicar Deus de uma maneira muito esquisita e sem-noção pra mim. Como costumar dizer por aqui, “é muita lombra.” Daí eu abandonei o livro, e recomendo pra quem eu posso que NÃO LEIA SE NÃO QUISER TER RAIVA. :01

[Responder]

Já comentou 276 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#6 Anelise 11-06-2012 - 04:02 -
Google Chrome 15.0.874.54 Windows XP

Poxa, eu AMEI Um dia! Chorei taaaaaaanto :(

[Responder]

Já comentou 76 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#7 Jéssica 12-06-2012 - 12:58 -
Google Chrome 19.0.1084.56 Windows 7

Eu tenho uma “lista” com os blogs que me identifico… desses blogs todos que postaram resenha de Garota Replay foram negativas… Tenho curiosidade de ler pra saber qual será minha opinião, mas já tenho um certo receio. Bjs Bjs

[Responder]

Você já comentou 35 vezes.

#8 Alexandra Rodrigues 13-06-2012 - 14:49 -
Google Chrome 19.0.1084.56 Windows XP

Sei bem como é essa coisa de se decepcionar com um livro. Eu, por exemplo, esses dias entrei numa livraria e tava uma super promo, trouxe alguns livros pra casa,mas como estava sem tempo, escolhi mais pela capa, resultado: comecei super empolgada, mas quando chegava na metade dos livros não tinah mais vontade de ler, terminei todos, mas fiquei super decepcionada com eles. Isso sempre acontece com todo mundo, né?

[Responder]

Você já comentou 29 vezes.

#9 Fernanda Rocha 15-06-2012 - 17:37 -
Google Chrome 19.0.1084.56 Windows 7

Olá meninas!! Vim conferir a coluna de vocês que não perco por nadaaaa, posso demorar para comentar, mas como estou assinando as news por e-mail aqui do blog, eu deixo lá o e-mail salvo e comento sim! Hehehehe. Vamos ao post (to amando esses posts com a participação da equipe): MENTIRINHAS INOCENTES, não conhecia este livro mas fiquei com uma enorme vontade de tê-lo e é claro, ler, acho que vou colocar na lista de desejados no Skoob, hehehe. GAROTA REPLAY, acabei de ler este livro e nem fiz resenha no Trilhas ainda, mas já adianto que concordo com gênero, número e grau com a Pri, o livro também não me “pegou” e achei tão…tão sem palavras para dizer. Li até o final também mas não me cativou nem um pouco. UM DIA, eu me surpreendo, pensei que este livro fosse melhor…. Bjocasss manas que eu adoroooooo.

[Responder]

Já comentou 126 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!