entrevistas category image
Bate Papo Com Tammy Luciano
Thursday 24/11/2011 às 07:00 1832 Views Arquivado em: Entrevistas

Oie amigos do Bookaholic !!

Voltei !!! Estava envolvida com assuntos acadêmicos por isso tive que sumir, mas estou de volta! Que saudade eu estava daqui. Sentiram minha falta? Digam que simmm, hehehehe… Tá agora não abandono mais vocês, ok?

E para recomeçar nossa coluna de entrevistas, a autora que bateu um papo com a gente foi a Tammy Luciano, autora dos livros: Sou Toda Errada  (que foi resenhado aqui no blog), Fernanda Vogel na Passarela da Vida  e  Novela de Poemas . A autora nos concedeu uma ótima entrevista, tenho certeza que vocês vão adorar.

Vamos conferir e deixar vários recadinhos depois desse tempo de sumiço da coluna. Olha que poucos recados vão fazer a coluna sumir denovo… (brincadeira, hehehe) :31 .

1) Olá Tammy, para começar nossa entrevista pedimos que nos fale sobre sua carreira de escritora. Você começou a escrever antes da carreira de atriz, depois ou as duas carreiras foram sendo construídas junto?

Eu decidi ser atriz com 14 anos, mas antes disso, já tinha me apaixonado por livros. Adorava ler, escrever, mas jamais imaginei que seria minha profissão e que eu seria tão feliz nesse caminho.E aí foi um passo de cada vez nos dois caminhos de atriz e escritora. Fiz Artes Cênicas na adolescência, estudei teatro na CAL, fiz curso profissionalizante e comecei a atuar em peças de teatro do Rio, lecionei anos como professora de Curso Livre e Curso Profissionalizante e nesse tempo todo a escrita não me abandonou. Fui produzinho poesias, crônicas, peças de teatro… E fiz também faculdade de jornalismo, exerci a profissão de jornalista mas a carreira nos livros falou mais alto e hoje sou simplesmente apaixonada pelo que eu faço e não me arrependo das voltas enormes que eu dei para me descobrir como artista. Foi tudo muito importante até aqui, inclusive cada não, cada dia de tristeza, cada momento de solidão… Muita gente pergunta se não sou mais atriz. Impossível. Vou ser sempre, mas no momento estou me dedicando aos livros, já que está tudo tão certo.

2) Você tem 3 livros publicados certo? São eles: Fernanda Vogel na passarela da vida; Novela de Poemas e Sou Toda Errada. Como você define o tema de seus livros? É um planejamento de falar sobre tal tema no próximo livro ou a idéia simplesmente surge expontaneamente?

Eu nunca pensei em ser escritora de livros. Eu acho que faz parte dessa enorme volta que eu dei para perceber o que eu queria escrever. Os meus livros foram chegando para mim ao acaso. Escrevi uma crônica sobre a modelo Fernanda Vogel e surgiu o convite para o livro. Amei escrever a vida da modelo, a Myrian Vogel (mãe da modelo) é uma das pessoas mais lindas que eu já conheci na vida. E depois veio Novela de Poemas que foi um livro que eu praticamente ganhei de presente, já que a empresa Orient Mix foi minha patrocinadora e o livro saiu na Bienal 2005. Quando vi, meus poemas estavam fazendo o maior sucesso no Orkut. Eu não esperava esse retorno. E depois desse livro, resolvi repensar a carreira e ver para que público eu realmente queria escrever. Eu adoro falar dos sentimentos que envolvem o público jovem, porque a vida toda foi para o público jovem adulto que escrevi poemas, peças de teatro e crônicas. Assim nasceu Sou Toda Errada que é um trabalho mais pensado, no sentindo de deixar claro para as pessoas o trabalho que eu faço e para quem eu escrevo. E agora eu me encontrei, vou seguir escrevendo para esse público que aliás eu já conheço de feiras, palestras, escolas…

3) Em Novela de Poemas, quais os temas mais frequentes nos poemas?  Existe uma diferença muito grande em escrever um livro sobre uma história específica, com personagens, com início, meio e fim e sobre um livro sobre poemas?

Eu falo dos sentimentos de amor, dos relacionamentos, dos sentimentos quando aquele cara termina com a gente ou sobre os batimentos do coração quando estamos no auge de uma paixão. “Você parou o carro no meio da estrada/ Estrada estranha, desconhecida/ Fiz versos para você, escrevi minha letra/ Mesmo assim o carro parou sem motivo aparente” Novela de Poemas foi feito em um prazo longo, é uma coletânea dos poemas que escrevi em anos. Na época eu colocava na internet, publicava para os leitores que foram curtindo e pedindo outros… Tem muito de mim naqueles poemas mas nem todos são biográficos. O livro é algo mais trabalhoso, a gente senta na frente do micro e trabalha tanto , tanto, até cansar, até não aguentar mais. E as personagens nem sempre pensam como eu, nem sempre sou eu ali, tem muito do que vi no mundo, do que escutei, dos meus amigos. O livro é mais profundo, mas os dois trabalhos podem falar dos mesmos sentimentos.

4) O livro Fernanda Vogel Na Passarela da Vida, fala além da carreira também da vida da modelo Fernanda Vogel. Qual foi a principal mensagem que você tirou dessa biografia que escreveu?

Eu entrevistei 55 pessoas entre familiares, amigos de infância, profissionais do mercado da moda, pessoas famosas como Luciano Huck, Ellen Jabour, Daniela Sarahyba… E o livro tem um lado místico que me pegou de surpresa. Fernanda mandou cartas psicografadas, coisas muito impactantes em relação ao mundo espiritual aconteceram e eu não me senti no direito de omitir esse fato. Como jornalista você precisa contar os fatos, sem censura e o livro teve esse lado de surpresa que muita gente se identifica, chora… A maior missão do projeto eu acho que é transformar dor em amor, como a própria Myrian Vogel diz. Uma história imensamente triste,  mas que toca a emoção das pessoas. Quando eu escrevia, repetia: Ela vai morrer no final… Foi complicado, me entreguei muito, me emocionei, mas aprendi demais com a Fernanda e é como se eu a tivesse cohecido, como se ela tivesse sido uma grande amiga.

5) Sobre o livro “Sou Toda Errada”, o tema central poderia ser entendido como a possessividade de uma pessoa pela outra? O que você acredita que pode gerar esse sentimento nos jovens?

Claro, pode sim. Eu quis retratar a futilidade, o universo das garotas que não aceitam não como resposta, que escolhem um cara para ser delas, sem dar a eles o direito de sair fora. E é tão louco que ontem mesmo eu estava conversando com uma grande amiga e ela me contou uma história e eu falei: Gente, essa garota é Mila total. Porque a gente sempre acha um exagero da ficção quando uma personagem tão ruim é retratada, porque temos bons corações, somos pessoas bacanas, mas infelizmente a vida tem pessoas ruins, arrogantes, revoltadas que se acham lindas, maravilhosas… Será que essa pessoa é tão ilustre como está achando? Como escritora eu procuro saber o que acontece por aí para contar nas minhas histórias. Eu realmente identifico muito sentimento estranho no ser humano e a Mila foi minha maneira de sacudir as pessoas, dizendo: Olha que caminho estranho estamos seguindo. O jovem é muito cobrado no meio em que vive. Não tem direito de errar, tem sempre aquele julgamento se o garoto fala errado, se a menina não anda como uma modelo, se o seu cabelo é feio, e existem deboches, o Bullying não me deixa mentir. A Mila é a garota que faz Bullying com as pessoas. Sem dúvida esse sentimento é gerado pela insegurança. O medo de não ser do grupo, de ficar de fora, de não estar na moda. Eu morria de medo de não estar na moda. Hoje eu faço a minha moda, eu faço o que eu quero, não tô muito preocupada se o “coleguinha” vai me julgar. Eu não bebo, por exemplo. Quando era mais nova, era chato dizer que não bebia e a galerinha tentando me fazer mudar de ideia. Hoje em dia eu digo que não bebo, não fumo mas sou viciada em uma caneta. Com o tempo, as nossas diferenças  fazem a graça da gente.

6) Sobre qual tema você gostaria de escrever um livro, mas que ainda  não o fez?

Ah, se eu penso em um tema, eu fico louca para escrever. Não me lembro de um tema que não tenha escrito. Mas eu quero tentar sempre me superar nos sentimentos contados nas páginas dos livros. Escritor precisa se reinventar, renovar, trazer sempre o novo para o leitor. Eu gosto demais de escrever sobre o que ninguém retratou. Alguns escritores vão na moda da hora. Tá todo mundo escrevendo um tema e o cara corre para fazer igual. Eu penso diferente. Eu gosto de trazer para o leitor um novo assunto.  A Mila de Sou Toda Errada é uma protagonista vilã, as pessoas se surpreenderam mas eu acho que isso fez o meu trabalho ser ainda mais conhecido.

7) Você tem em seu canal no Youtube, vídeos chamados Crônica Falada, que aliás são ótimos. Como surgiu a idéia de fazer esses vídeos? Como é feita a escolha dos temas de cada vídeo?

Obrigada! Bom demais saber que vocês gostam. O Crônica nasceu porque minha carreira de escritora foi dando certo, mas eu sentia e sinto falta de atuar. Aí comecei a gravar as crônicas e as pessoas foram adorando. Eu dei uma parada agora, porque minha vida está uma loucura, eu andei muito sem tempo, mas estou me organizando para gravar mais porque as pessoas adoram, escrevem cobrando e de alguma maneira, para minha total felicidade, muita gente escreve dizendo que meus conselhos ajudaram. Mas não me acho dona da verdade e o Crônica é só um papo, uma reflexão, sem que eu me ache mais inteligente ou melhor do que ninguém. Os temas nascem com amigos, histórias ou algo meu que vale debater. O próximo vídeo que vou gravar fala de uma conhecida minha que namora um cara e não gosta dele e é louca por outro. Achei perfeito trabalhar essa ideia porque tem muita garota que namora um e tem outro na cabeça.

8) Mês passado tivemos a alegria de ver você no Programa do Jô. Como foi a experiência de ser entrevistada pelo Jô Soares? Nos conte tudo! :)

Eu acho que todo artista sonha em ir no Jô. Foi uma das experiências mais legais da minha carreira. Primeiro porque eu fui muito bem tratada pela produção desde o recebimento do convite que aliás foi inesperado. Quando me ligaram, eu não acreditei. Eles cuidam de tudo, te deixam tranquila para participar do programa. Eu amei a experiência e veio em um momento em que eu me sinto mais preparada emocionalmente. O Jô é um mito, um brasileiro importante e estar diante dele te desarma. A primeira risada que eu dou na entrevista, eu estava tensa mas o Jô foi extremamente querido comigo e quando vi, eu acalmei e foi tudo ótimo. O melhor foi falar do meu trabalho, poder divulgar o que há anos eu batalho. A produção me convidou para falar de mim, o foco era eu, os meus textos, as crônicas, os livros, o tema ex-namorado, que é um tema que eu adoro. Eu gosto da ideia de ajudar as meninas a resolverem seus problemas com seus ex e o Jô possibilitou eu ser mais conhecida. O retorno é muito grande e positivo.

9) Já tem planos de publicar mais um livro? Podemos esperar para quando? Poderia nos adiantar um pouquinhoo do assunto?

Muitos planos. Não paro mais. Esse ano, enquanto viajava por cidades falando de Sou Toda Errada, escrevi o Garota Replay e o livro foi aprovado pela editora Novo Conceito. Foi emocionante saber que sou a primeira escritora brasileira do selo Novo Conceito Jovem. Eu agora faço parte de uma editora grande e essa foi sempre uma grande busca, ter uma editora que pudesse me dar suporte para fazer meu livro chegar na mão do leitor e eu ter tranquilidade para escrever outros livros. Garota Replay sai em março de 2012, não vejo a hora e eu já estou trabalhando em outro livro. Dezembro eu vou tirar férias depois de anos, quero curtir um pouco a vida, para em 2012 encontrar os leitores do Brasil todo com Garota Replay. Sobre o livro, ele conta a história da Tizzi, uma garota do bem que encontra uma garota igual a ela e não sabe se é uma irmã gêmea, uma alucinação ou um espírito. Junto com esse mistério, ela está péssima porque foi traída pelo namorado na frente de um monte de gente. O livro é uma história de amor, cheio de mistério e trabalha temas como redescoberta de si, amizade, o valor da verdade, decepção e o amor. Eu espero que os leitores amem o livro, assim como amei escrever.

10) Agradecemos muito sua atenção e deixamos esse espaço para um recado final aos leitores do Bookaholic.

Eu que preciso agradecer vocês. Muita gente diz que sou legal com blogs, leitores, mas não tenho ideia como seria agir diferente. Eu devo muito aos blogs que esse ano me divulgaram mais do que a imprensa e fizeram meu livro chegar na mão de um monte de gente. E os leitores me emocionam demais. Essa semana estive em uma escola e alunos fizeram um cartaz na Mostra Textual do colégio e colocaram três autores em um cartaz: Cecília Meireles, Carlos Drummond de Andrade e eu. Trouxe o cartaz para casa e meu pai mandou fazer um quadro. Isso é louco demais. Cecília e Carlos Drummond são mitos da literatura e euzinha ali com eles? Tinha um resumo da minha carreira e dizendo que sou uma das autoras mais conceituadas da nova geração. Lindo e emocionante demais. Então não tem como não ser presente na vida dos leitores, não agradecer todos os dias, não ser fofa com quem está me mostrando que o mundo pode ser ainda mais colorido e feliz. E eu hoje sou muito feliz. Aliás, como eu digo nos autógrafos: sejam sempre felizes. Desejo de todo o coração. Espero encontrar vocês por aí. MUITO sucesso para o Bookaholic. O Blog é lindo, as resenhas ótimas e amei essa oportunidade. Beijoca.




Sobre o autor do post:

Olá, meu nome é Fernanda, moro no RS, tenho 30 anos e sou bacharel em Sistemas de Informação. Além da tecnologia outras paixões fazem parte de minha vida: filmes, livros, músicas, fotografia. Sempre amei ler e procuro sempre estar lendo algum livro. Escrever é uma de minhas manias, além de escutar música e fotografar (de forma amadora) objetos e paisagens quando sobra tempo livre. Aqui no Bookaholic sou responsável pela seção “Bate Papo Com…”, conto com vocês para prestigiar a coluna!
E-mail: rl.nanda@yahoo.com.br



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


11 Comentários em “Bate Papo Com Tammy Luciano”


#1 Nessa 24-11-2011 - 10:31 -
Internet Explorer 8.0 Windows XP

Olá!
Vim aqui ver a Tammy, que entrevista legal Fê!
Ahh, ela é muito querida sempre com todos nós blogueiros, e no twitter tambem sempre nos dá atenção!
Acho muito interessante seus livros, mas ainda não tive oportunidade de ler nenhum, mas quero muito=)
Eu adoro entrevistas, nos coloca mais perto dos autores, muito bom!
Bjinhs!!
http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#2 Luana 24-11-2011 - 12:13 -
Mozilla Firefox 9.0 Windows 7

Nossa adorei a entrevsta. Estavamos com saudades sim!!! Menina não sabia que ela era atriz!!! Mas pe uma pena que não vi a entrevista dela no JÕ. E sobre a NC e super legal porque é uma bela editora mesmo!!!

Bjs

[Responder]

Já comentou 231 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#3 Leitoras Anônimas 24-11-2011 - 13:24 -
Google Chrome 15.0.874.121 Windows 7

Amei o bate-papo! Não sabia que a Tammy era autora de outros dois livros… :22
Eu sempre admirei muito esse carinho que a autora tem com os blogs, acho que a educação é essencial! Muitos autores não costumam dar muita atenção aos blogueiros, o que é uma pena…
Estou ansiosa para ver mais livros publicados pelo Tammy! Vou torcer muito por ela :29

Abraços,
http://leitorasanonimas.com

[Responder]

Já comentou 97 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#4 Tammy 24-11-2011 - 14:31 -
Internet Explorer 9.0 Windows 7

Quero agradecer demais o carinho do Bookaholic! Obrigada mesmoooooo. Como falei, os blogs me ajudaram muito esse ano. Não tenho como esquecer.
Aproveito para agradecer o apoio de todos os leitores. Vocês são demais! Muitos livros em nossas vidas!
Sucesso para nós!!!
Bjinhos. Tammy

[Responder]

Você já comentou 12 vezes.

#5 Yara Prado 24-11-2011 - 20:28 -
Google Chrome 15.0.874.121 Windows 7

Nossa, que entrevista legal!!!

Fora que estou doida para ler Sou toda errada… (Principalmente depois de ler a resenha da Pri…rsrsrs)
Parabens e que você volte logo com mais e mais entrevistas…rsrsrs
Bjs.

[Responder]

Já comentou 802 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#6 Raquel Pereira 24-11-2011 - 23:29 -
Google Chrome 15.0.874.121 Windows XP

Adorei a entrevista e conhecer um pouquinho mais sobre Tammy Luciano.
Ela realmente parece uma fofa.
Eu consegui ver a entrevista dela o dia que ela foi no Jô e foi mt legal, ela parece ser super despojada e engraçada.

Sucesso Tammy.

Bjok

[Responder]

Já comentou 51 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#7 Fernanda Moreira 25-11-2011 - 13:30 -
Mozilla Firefox 8.0 Windows XP

Adorei a entrevista! É legal saber um pouco mais dos autores que gostamos!! Muito legal!

Bjos

[Responder]

Você já comentou 39 vezes.

#8 Alê Periard 25-11-2011 - 13:41 -
Google Chrome 15.0.874.121 Windows XP

:28 Eu adoro a Tammy Luciano e, sou suspeita para falar dela. Mas adorei a entrevista e tô louca para ler o próximo livro dela!!! Sucesso Tammy! 2012 será um ano ainda mais maravilhoso para vc!

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#9 Thaís Bergmann 27-11-2011 - 18:58 -
Safari 533.21.1 Mac OS X 10.6.8

A Tammy é uma querida ne!! Adoro as entrevistas que ela dá. Ainda não li nada dela, mas sou louca para ler algo!
Adorei o post e as perguntas, parabéns!

Beijoss
Thaís – Berchim e etc

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#10 Natasha Guerrero Moreno 28-11-2011 - 20:43 -
Internet Explorer 8.0 Windows 7

Olá, bookaholics!!
Eu nunca havia ouvido falar da Tammy, mas ela me pareceu muito simpática e a entrevista foi maravilhosa. Parabéns!!!

Confiram o meu blog: http://damadacartola.blogspot.com/

[Responder]

Você já comentou 2 vezes.

#11 Tatiana Leite 11-12-2011 - 12:51 -
Google Chrome 15.0.874.121 Windows 7

Nossa, que bacana que a Tammy é! :23 Eu leio as palavras dela e consigo visualizar ela conversando comigo, com qualquer um, porque é tão natural! Ainda não tive a oportunidade de ler Sou Toda Errada, mas estou muito curiosa mesmo!
Eu queria que o mundo fosse só formado com pessoas do bem, mas isso é muito impossível, né? Queria entender como pode uma pessoa simplesmente só se enxergar e achar que isso é o certo, que é o que todos deveriam fazer e nem se darem ao trabalho de olhar em volta e ver que tudo é diferente, que de tudo podemos tirar um aprendizado, que podemos gostar das coisas diferente e não sermos estranhos por causa disso.
Eu vejo muito adolescente hoje que é cobrado por tudo quanto é lado, que não conseguem nem formar uma opinião sobre seus futuros porque só têm aquela visão de mercado de trabalho competitivo, que todos querem sua vaga, que você tem que ser melhor em tudo e sei lá mais quanta pressão está armazenada em ombros tão pequenos e nada calejados. É triste pensar que muitos desses só vão aprender os prazeres nas coisas pequenas quando estiverem bem velhos, que terão visões distorcidas sobre tantas coisas durante um período tão bom da vida. Não sou dona da verdade e estou muito longe disso, mas tenho valores muito maiores que qualquer convenção social e acho que são esses valores que me fazem seguir em frente, então queria mesmo que todos tivessem a oportunidade de descobrirem e identificar seus próprios valores para viverem pela felicidade, pela satisfação, e não para competir e atingir um patamar que lhes é imposto.

E acho que nem preciso dizer que estou MUITO curiosa com Garota Replay, né? :23 O que será essa garota igual à Tizzy?? Isso me fez lembrar que, uma vez, a Fernanda me falou que leu em algum lugar que existem, mais ou menos, 5 pessoas iguais a você, fisicamente. Eu já conheço uma e queria muito conhecer as outras! Será que essa garota é uma dessas pessoas para a Tizzy? :12

Adorei a entrevista!
Beeijo! ;3

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!