eu-e-os-livros category image
Eu e os Livros: Babi Lorentz
Friday 30/11/2012 às 12:39 2601 Views Arquivado em: Eu e os Livros

Olá pessoal, tudo certo?
Já estamos entrando em dezembro, meu Deus como esse ano passou voando. Graças a Deus muitas conquistas, TCC, formatura. Então pessoal do blog e leitores, existe vida após TCC hehhe.

Hoje nossa leitora escolhida é a Babi Lorentz.

Babi Lorentz tem 21 anos e mora em São Mateus (ES) desde pequena. É blogueira literária desde 2010, tem um namorado que é (segundo ela) o homem de sua vida, uma irmã, um irmão e mais de 300 livros na estante. Dá aula de inglês e português e pretende terminar a faculdade de Letras pra depois começar Engenharia Civil ou Arquitetura. Twitter: @babilorentz | Blog: Babi Lorentz | Skoob

[Feios] Você acha que a distopia criada por Scott Westerfeld não é muito parecida com o mundo atual, onde quem não tem a mesma feição não é bem aceito pela sociedade?

Sim. Tanto que ao ler o livro, a primeira impressão que tive não foi a de uma distopia, mas sim de uma crítica à nossa sociedade, já que só é bonito aquele que se mantem dentro dos padrões de beleza já estabelecidos por alguém. Scott retrata isso muito bem em sua série.

[Marcada] Zoey Redbird foi marcada por Nyx e é transferida para a Morada da Noite, um lugar onde ela vai aprender a ser vampira. O que você faria ao entrar na Morada da Noite?

Se eu entrasse, seria uma vampira, então me concentraria em aprender tudo o que estivesse ao meu alcance para ser sempre melhor e, claro, torcer para terminar minha transformação e não morrer no meio do caminho.

[A Última Princesa] O Brasil é considerado um país sem história. O que você achou da iniciativa do autor Fabio Yabu em contar a história da Princesa Isabel de uma forma mais lúdica?

Achei incrível! Eu nunca gostei muito de história para estudar, mas sempre me interessei por livros que contassem alguma coisa. Laurentino Gomes mostrou o real em 1808, Fabio quis colocar a história do Brasil de uma forma diferente e um tanto quanto linda.

[A Hospedeira] Você acha que o mundo seria melhor se nossas almas fossem substituídas por extraterrestres pacíficos? Ou ainda vale a pena lutarmos pela humanidade?

Às vezes penso que ainda vale a pena lutarmos pelos bons que ainda restam no mundo, mas sempre penso que tudo de ruim acontece tentando levar sempre mais pessoas para o outro lado da força, deixando o mundo um tanto quanto não balanceado, pesando sempre pro lado da maldade. Acho que já fomos corrompidos de alguma forma. Mas gostaria que a parte ruim da humanidade fosse substituída por extraterrestres pacíficos. Acho que eles conseguiriam ensinar bastante coisa para os bons que restassem.

[Destino] Em um mundo onde cada vez mais a Sociedade controla as pessoas, removendo o seu poder de escolha, você ainda iria contra tudo e contra todos em busca do verdadeiro amor?

Sim. Sou uma pessoa muito romântica e sempre acreditei no verdadeiro amor. Não aguentaria ser controlada e não gostaria que tentassem me mostrar que o amor é uma doença. Acho que eu seria uma eterna infectada.

[Sussurro] Você conhece aquele rapaz bad boy que toda menina fica louca, mas você descobre que ele é pode ser mais perigoso que o normal. Você fugiria ou tentaria descobrir os segredos dele?

Eu gosto de bad boys nos livros, mas na vida real eu fico fugindo deles de toda forma, então deixaria para lá, fugiria e não tentaria conhecê-lo de forma alguma.




Sobre o autor do post:

Sou o Gustavo, um nerd assumido! Tenho 24 anos, formado em Sistemas de Informação, moro em Urussanga - SC, Capital do Bom Vinho e da Cultura Italiana. Quem me conhece sabe que eu estou sempre com um livro na mão, e já pensando o que vou ler na sequência. Curto muitas séries, baseadas ou não em livros, e também sou fissurado em filmes adaptados de livros... And may the odds be ever in your favor!
E-mail: gustavo.ronconis@gmail.com



Posts Relacionados








13 Comentários em “Eu e os Livros: Babi Lorentz”