eu-e-os-livros category image
Eu e Os Livros: Caio Rozzetti
Friday 14/12/2012 às 08:30 1533 Views Arquivado em: Eu e os Livros

Olá pessoal, tudo certo?
Mais uma semaninha terminando, e quando a gente percebe já é Natal, todo mundo trocando presentes, ganhando aquele pacote de meia no amigo secreto. :27
E o melhor de tudo, aquela ceia de Natal, cheia de pratos típicos da época, hummm dá até água na boca.
E falando em pratos de comida, nosso participante de hoje é Caio Rozzetti, que participa conosco no blog com a coluna Cook-a-Book.

caio-rozzettiCaio Rozzetti, 22 anos, natural de São Carlos (interior de SP) mas mora na Capital (desde os 19, por escolha e porque ama a cidade desde que se conhece por gente). Começou a se interessar pelo mundo literário na época pré-vestibular e mais profundamente neste ano, está montando sua estante de livros e está se viciando. Estuda Engenharia de Gestão, trabalha em T.I. e ama cozinhar (quando encontra tempo entre estudos e trabalho). Ele escreve a coluna Cook-a-Book aqui do Bookaholic. Twitter: @caio_r7 | Skoob

[A Ascenção do Governador] Uma praga se espalha pelo planeta transformando os mortos em zumbis. Em The Walking Dead, o Governador reúne diversas pessoas e se aproveita da fraqueza dessas pessoas para comandar como quiser Woodbury. Você acha que na realidade, as pessoas se deixariam ser mandadas por um vilão como ele?

Talvez não exatamente da forma como ele os dominou, mas as pessoas em tempos de desespero buscam um pouco de conforto e segurança em ícones ou pessoas com mais liderança. Só assim talvez a tensão e a insegurança diminuam… mas é triste ver como a maldade em alguns pode chegar a esse ponto de forma a dominar tão cruelmente um povo frágil e carente de direcionamento.

[Dom Casmurro] Machado de Assis ao escrever Dom Casmurro deixa uma série de pistas para decifrar o enigma sobre Capitu, mas depois de tantos anos ainda não foi desvendado. Ao seu ver, Capitu traiu Bentinho?

Lembro bem das análises sobre o livro que tive em minha época de vestibular (foi o livro que a FUVEST mais explorou em suas provas), e (ainda bem?) que não tocavam muito nesse assunto delicado da traição. O livro trata de algo muito além de Capitu ter ou não traído Bentinho e não a traição (se ocorrera) por si só mas conta da infância de MataCavalos e dos ciúmes que ele tinha sobre ela. Em minha opinião houve sim traição e isso fica claro pra mim em um dos trechos mais belos que Machado descreve o olhar de Capitu sobre o caixão do melhor amigo de Bentinho, o Escobar (com quem teria supostamente traído): “olhos de cigana oblíqua e dissimulada”.

[Eu Sou o Número Quatro] Se você estivesse num planeta distante do seu, sabendo que tem apenas mais cinco pessoas que compartilham os mesmos segredos e histórias, como você se sentiria? E se você tivesse que escolher entre o amor por um ser desse planeta diferente e a luta pelo planeta natal, o que você faria?

Ter segredos e um passado marcado por eventos importantes que poderiam ser cruciais para a sobrevivência da humanidade seria incrível, se não fossem os riscos e perigos de guardar estes segredos consigo sem poder sequer contar para quem você ama. Pior que isso talvez fosse tão jovem ter que abdicar de sua identidade e mudar constantemente de cidade e de nome, recomeçar tudo do zero deixando pra trás inclusive a pessoa amada. Escolher seria difícil, apesar de ser um escolhido para lutar por seu planeta natal contra a própria vontade, o amor a gente também não escolhe e eu tentaria conciliar essas duas coisas ao máximo ainda que muito angustiante.

[Jogos Vorazes] Katniss vive num mundo onde crianças lutam entre si para lembrar ao povo dos 12 Distritos que não deve-se mexer com a Capital. Para você, por que após 74 edições dos Jogos Vorazes os Distritos ainda não se levantaram contra a Capital?

É complicado voltar-se contra uma concentração de poder grande, podemos tomar como exemplo o próprio Brasil e sua vasta dimensão e comparar com a quantidade de corrupção que vivemos diariamente. Todos se revoltam com os altos impostos, com os problemas sociais mas ninguém resolve ou se volta contra o poder do Estado porque dá trabalho. Na ficção não é muito diferente, embora nos Jogos Vorazes existir uma tradição e dominação da Capital em tornar o evento tão lucrativo e tão interessante que muitos aguardam o evento como parte do calendário oficial do país em um evento comparado às Olimpíadas ou a Copa do Mundo para nós brasileiros. Um poder difícil de mudar se não há interessados em iniciar um processo de reversão dessa situação trágica sem abrir mão de suas liberdades individuais.

[O Diário de Anne Frank] Anne e seu diário são um dos símbolos dos horrores da Segunda Guerra Mundial. Qual seria sua reação ao estar no lugar de Anne, escondida em um sótão, apenas com um lápis e um diário para expressar tudo à sua volta?

Seria o mesmo, uma vez que gosto tanto de escrever. No caso dela, sabendo sua condição e seu destino (ainda que esperançosa), procurou no lápis e papel um conforto e uma forma de empurrar pra fora tudo o que a incomodava. Isso se torna claro ao criar uma amiga íntima apelidando seu diário de Kitty contando à ‘ela’ o relato de seu dia-a-dia dividindo paredes com um sótão de um escritório que, durante seu funcionamento, não podia fazer barulho e exercer sua liberdade de adolescente. Isso piora quando mais uma família estranha à sua passa a dividir o mesmo pouco espaço que tinham de refúgio. É um relato triste mas muito profundo e um presente ímpar que essa jovem adolescente trouxe à humanidade, não seria à toa o título de ‘o relato mais dramático pós 2ª Guerra Mundial’.

[Starters] Um mundo onde crianças são exploradas para que adultos usem seus corpos para divertimento é a distopia que a autora cria. Você acha que esse mundo não está próximo do que algumas crianças passam hoje, tendo que trabalhar, ou em alguns casos, se prostituir para ajudar no sustento de seus pais?

Definitivamente não chegamos a esse ponto. Creio estarmos distantes dessa realidade já que a autora simula uma situação de pós guerra civil em que os únicos seres restantes são jovens adolescentes e idosos milionários que buscam a longevidade através deste ‘aluguel’ dos corpos jovens. A prostituição para sustento da família (principalmente no Brasil) geralmente ocorre com a imposição dos pais, afinal, nenhuma criança de 12 ou 13 anos se colocaria a vender seu próprio corpo em troca de dinheiro. Callie só busca trazer uma condição melhor para seu irmão quando assumiu esse papel de sustentar o lar quando ficou órfã. Neste caso a subsistência em troca do corpo foi inevitável e não impositivo.

[Pergunta Bônus] Que prato feito em algum livro você recomenda para os leitores nesse Natal? (Ah, não se esqueça de colocar o passo-a-passo! rsrs)

Lembro bem de Anne Frank relatando que era difícil a reposição de alimentos pois alguém poderia descobrir que havia gente morando naquele sótão com tanta comida sendo transportada. Por muito tempo eles viveram de endívias e batatas e tinham que improvisar pra usar sempre a batata nas receitas…
Batatas, batatas, batatas… agora no fim de ano tem uma receita super rápida com batatas que pode ser feita e super sofisticada:
Batata sautê.
Basta cortar as batatas em pequenos cubos (altura e largura de um dedo indicador) e temperar com manteiga ou azeite e cebolinha, salsinha e alho à gosto. Basta colocar ao forno pra assar e TCHARAN! Batatas com uma cobertura levemente crocante com temperos e ervas aromatizantes. Ótimo pra acompanhar as aves do Natal!




Sobre o autor do post:

Sou o Gustavo, um nerd assumido! Tenho 24 anos, formado em Sistemas de Informação, moro em Urussanga - SC, Capital do Bom Vinho e da Cultura Italiana. Quem me conhece sabe que eu estou sempre com um livro na mão, e já pensando o que vou ler na sequência. Curto muitas séries, baseadas ou não em livros, e também sou fissurado em filmes adaptados de livros... And may the odds be ever in your favor!
E-mail: gustavo.ronconis@gmail.com



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


6 Comentários em “Eu e Os Livros: Caio Rozzetti”


#1 Yara Prado 14-12-2012 - 10:34 -
Google Chrome 23.0.1271.97 Windows 7

Hum, sou um ET, mas eu não gosto do natal…rsrsrs

Mas isso não vem ao caso agora!
Hum, eu só li Eu sou o número quatro, e concordo com o Caio, iria tentar conciliar, mesmo tendo consciência de que seria quase impossível e que provavelmente eu ia sair ferida, mas ia tentar dar o meu melhor pelos dois lados. \o/

Bjs.

[Responder]

gustavo responde:

Mozilla Firefox 17.0 Windows 7

Olá Yara!

Realmente lutar por duas coisas tão distintas como salvar o planeta ou pelo amor verdadeiro seria uma decisão bem difícil.

Obviamente o meu planeta natal teria um peso maior, pois foi de lá que eu vim, lá que eu tenho minhas raízes, mas em compensação, o verdadeiro amor muda tudo, nos faz criar novas raízes.

Realmente John Smith tá bem encrencado heheh!
:)

[Responder]

Já comentou 802 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#2 Tatiana Leite 20-12-2012 - 10:58 -
Google Chrome 23.0.1271.97 Windows 7

Que legais as respostas do Caio! Eu totalmente concordo com a primeira – tanto que é mais ou menos isso que aconteceu com a Alemanha na década de 30! Numa situação desesperadora, as pessoas procuram aquilo que lhes dão pelo menos um pouco de conforto, que prometem um futuro melhor…
Adorei a receita da pergunta bônus! Não sei como será a ceia desse ano (já que nós não comemos comida natalina), mas vou passar a receita pra minha mãe! :14

Beijos!

[Responder]

gustavo responde:

Google Chrome 23.0.1271.95 Windows 7

As histórias das grandes guerras mundiais são muito tristes, os livros e filmes baseados nessas histórias são sempre angustiantes e extremamente emotivos.

Posso enumerar “A Vida É Bela”, “O Menino do Pijama Listrado”, “A Lista de Schindler”, etc…

Esperamos que essas histórias fiquem somente na história.

Achei a receita muito legal, eu imaginava que ele ia fazer algo com perus, chesters, mas foi bem diferente, e a receita parece ser muito boa.

Beijos :**

[Responder]

Já comentou 936 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#3 Dana 20-12-2012 - 17:07 -
Google Chrome 23.0.1271.97 Windows 7

Uauuuu! Além de uma coluna super legal (amei as perguntas e as respostas, mto inteligentes!) ainda vem com receita no final!!! :05

Essa do pacote de meia de amigo secreto foi “pacabá”, ahauahauahuahaa. Sempre tem, né?!

Beijo, gente!

[Responder]

gustavo responde:

Google Chrome 23.0.1271.95 Windows 7

Obrigado Dana :D

A receita foi o toque final da entrevista do Caio, adorei as batatas sautê!

Sim, a do pacote de meia aconteceu comigo, comprei um presente bem bonito e legal, e ganhei aquele lindíssimo pacote de meia, e nem eram meias da Lupo, kkkk.

Beijos.

[Responder]

Já comentou 258 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!