resenhas category image
A Culpa é das Estrelas
Thursday 23/08/2012 às 20:35 5281 Views Arquivado em: Resenhas

Eu perdi um avô para o câncer. Apesar disso, não sei muito bem sobre como é conviver com a fase terminal de uma pessoa querida; eu ainda andava de fraldas e não tinha muita consciência do que significava isso. Hoje, a realidade seria bem diferente e nem sei mensurar o tamanho dessa dor se algum dos meus familiares ou amigos passasse por essa situação. John Green soube. Ele transformou a estória da pequena Esther, em sua própria estória. Tomou posse dela e traduziu em palavras de uma forma que a trama que tinha tudo para ser triste, se transformasse em “emocionante”, mais que isso: cativante. A Culpa é das Estrelas tem ganhado tantos leitores, certamente porque em meio a tanta dor e sofrimento, nossa Hazel ainda é uma garota incrivel, alegre e engraçada; talvez do seu próprio modo, afinal, ela também carrega seu fardo, mas Hazel é um exemplo de vida, de que nunca é tarde para amar e que apesar de tudo, devemos correr atras de nossos sonhos, mesmo que pareça “tarde demais”. ACEDE é sim um livro triste, é um livro para guardar na estante com marcas de lágrimas; mas é também um livro que todas as pessoas deveriam ler para lembrar que por mais que nossos dias pareçam dificeis, sempre tem alguem numa situação bem pior, nos ensinando a sorrir e a ver a vida de uma forma diferente. Foi através deste livro que conheci o tão comentado Mr. Green, foi através dele que conheci o nome mais recente na minha lista de autores “super indicados”. Para Esther, para Hazel, para Gus, para John, para Priscila …

(…) Meus pensamentos são estrelas que eu não consigo arrumar em constelações.

A História

Hazel é uma garota de 16 que sofre de cancer nos pulmões. Com ajuda de uma droga ela consegue se manter “estável” sem que o câncer avance e seu estado se torne mais crítico. Ela participa de um grupo de apoio onde diversos adolescentes que sofrem com a doença se reunem semanalmente para ajudarem-se e aprenderem a lidar melhor com a situação. É nesse mesmo grupo, que Hazel conhece Gus, um ex-atleta que teve uma perna amputada por conta de osteosarcoma (câncer nos ossos). Hazel e Gus tornam-se amigos e mais tarde, apesar de muita relutância da parte dela (ela se enxerga como uma “bomba atomica” que explodirá a qualquer momento magoando as pessoas que forem próximas a ela) eles se apaixonam. Em uma das muitas conversas entre os personagens, Hazel apresenta a Gus seu livro favorito: Uma aflição imperial, e é esse livro que os une ainda mais já que de certa forma ele se torna parte da vida do jovem casal. A narrativa de John Green é uma das mais incríveis que já vi, é de certa forma poética e contemporânea, fluida porem detalhista… Não encare este livro como “apenas mais um” pois se uma coisa eu posso garantir sobre ele, é que ele se distingue de tudo que li nos últimos tempos, seja pelo enredo ou pela forma como a estória é contada. John Green, é simplesmente incrível.

(…) e nunca Shakespeare esteve tão equivocado como quando fez Cássio declarar: “A culpa, meu caro Bruto, não é de nossas estrelas / Mas de nós mesmos.” Fácil falar quando se é um nobre romano (ou Shakespeare!), mas não há qualquer escassez de culpa em meio às nossas estrelas.

John Green fala sobre ACEDE

O Autor

John Green cresceu em Orlando, Flórida e se mudou para Ohio para cursar a universidade, onde estudou Inglês e Religião. Por vários meses após se graduar, John trabalhou como capelão em um hospital infantil. Enquanto estava lá, teve a inspiração para escrever seu primeiro romance, Quem é você, Alasca?, que se tornou um bestseller nos Estados Unidos e ganhou muitos prêmios literários. O segundo romance de John, An Abundance of Katherines, foi publicado em 2006 e se tornou finalista do Los Angeles Times Book Prize e também nomeado livro de honra do Michael L. Printz. Paper Towns, publicado nos EUA em 2008, estreou em quinto lugar na lista dos mais vendidos do The New York Times e ganhou o Edgar Allan Poe Award pelo melhor romance de mistério. No seu tempo livre, John é um grande fã do Campeonato Inglês de Futebol, mas ele não fala para que time torce, porque não quer alienar possíveis leitores.

Etc …

Capa e Projeto Gráfico: ★★★☆☆
História: ★★★★☆
Narrativa: ★★★★★
Autor: John Green
Skoob: O Filho de Netuno
Hotsite: A Culpa é Das Estrelas
Editora: Intrínseca




Sobre o autor do post:

Meu nome é Priscila, mas por favor me chame de Pri, não sou uma pessoa de muitas formalidades... Sou designer e social media por formação mas larguei tudo e abri um pet shop porque sou dessas que não tem medo de largar tudo e começar de novo quantas vezes for preciso se isso me fizer feliz. Ler é um dos meus passatempos favoritos, por isso criei o Bookaholic para compartilhar com vocês um pouco do que leio e sobre o universo literário!
E-mail: priscilabraga@gmail.com



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


26 Comentários em “A Culpa é das Estrelas”


#1 Flora Castro 23-08-2012 - 20:55 -
Google Chrome 16.0.912.77 Windows 7

Eu amo esse livro! Linda resenha Pri! *-*

Eu disse que você ia gostar, não disse?!

Saudades (: ;*

[Responder]

Você já comentou 2 vezes.

#2 Nat 23-08-2012 - 21:40 -
Mozilla Firefox 14.0.1 Windows XP

Já perdi muitos parentes por causa do câncer, tios e tias, avó… Há um tempo atrás, todo ano morria alguém da minha família por conta disso. É muito difícil. Muito mesmo.
Tanto é que mesmo depois de tudo isso, ainda não sei lidar muito bem com pessoas que passam por essas situações.
Tenho muita vontade de ler esse livro, por causa do tema, saber um pouco mais a opinião das outras pessoas sobre o assunto!
Fikei mais tentada ainda a ler depois da resenha!
Beijos

[Responder]

Você já comentou 5 vezes.

#3 Isabela Lopes 23-08-2012 - 23:11 -
Google Chrome 21.0.1180.83 Windows 7

Eu estava bem curiosa para ler uma resenha a respeito deste livro, vi muitas pessoas o adquirindo e não sabia se valia a pena a compra. Mas, depois de ler a resenha não tive dúvida, vale muito a compra. Parabéns pela resenha.

[Responder]

Você já comentou 5 vezes.

#4 Ariane 24-08-2012 - 09:28 -
Internet Explorer 8.0 Windows XP

Meu pai tb teve cãncer (hoje ele está super bem).. mas posso dizer que foi uns dois anos com muita dor…

Estou lendo A Culpa é das Estrelas e amandoo… é um livro que quero ler logoo mas ao mesmo tempo não quero que acabe

[Responder]

Já comentou 267 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#5 Camila Castro 24-08-2012 - 11:42 -
Mozilla Firefox 14.0.1 Windows 7

Este é um dos livros que estou lendo, e por sinal gostando muito! Admito que não colocava muita fé ao começar a ler, mas me surpreendi, e como voce disse, ele é cativante.

Parabéns pela resenha e pelo site!!!

[Responder]

Você já comentou 8 vezes.

#6 Caroline Mendes 24-08-2012 - 13:35 -
Google Chrome 18.0.1003.1 Windows 7

Eu também perdi alguém para o câncer, minha prima, de apenas 5 aninhos. Eu ainda era criança, mas me lembro como se fosse ontem o quanto a minha família sofreu. Não é fácil não ):
Ótima resenha!

[Responder]

Você já comentou 33 vezes.

#7 Babi Lorentz 25-08-2012 - 09:43 -
Google Chrome 21.0.1180.83 Windows XP

Pri, não sei como ainda não li nada do John Green. São tantos elogios que sei que estou perdendo bastante enquanto ainda não li nada. Mas pretendo ler e acho que vou gostar bastante, afinal, todo mundo tem falado bem.
Beijos.

[Responder]

Já comentou 52 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#8 Cris Sanlim 25-08-2012 - 12:11 -
Google Chrome 21.0.1180.83 Windows XP

Quero muito ler esse livro! Gosto bastante da narrativa de John e essa história parece que será uma daquelas que me fará chorar litros, por isso ainda estou me segurando.
Bjs

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#9 Yara Prado 26-08-2012 - 14:04 -
Google Chrome 21.0.1180.83 Windows 7

Hum, nunca perdi nenhum familiar próximo para doença nenhuma, a não ser minha irmãzinha, que já nasceu morta, por complicações na gravidez da minha mãe… E eu também era pequena na época…
Já li inumeras resenhas falando muito bem do livro, preciso ler logo…rsrs
Estou curiosa para conhecer essa história, que encanta todo mundo…
Bjs.

[Responder]

Já comentou 802 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#10 Nica (@DraftsdaNica) 30-08-2012 - 15:48 -
Google Chrome 21.0.1180.83 Windows 7

O melhor livro do ano até o momento! Entrou para a minha lista de favoritos! A maneira que John Green escreve não sobre a morte ou a doença, mas sobre a vida é perfeita!
Nunca perdi alguém por essa doença terrível, não diretamente ligado a mim, mas já perdi minha mãe por conta de um acidente de carro (onde ela estava atravessando a rua no sinal fechado para os carros) e sei a dor que é perder alguém que amamos!
Um beijo,
Nica

[Responder]

Você já comentou 5 vezes.

#11 Claudia 31-08-2012 - 15:33 -
Google Chrome 21.0.1180.83 Windows 7

Meninas,
Agradeço a resenha e só posso dizer que minha vontade de ler esse livro aumento, muito tocante.
obrigada
Bjks

[Responder]

Você já comentou 19 vezes.

#12 Enderson Rafael 31-08-2012 - 19:47 -
Google Chrome 21.0.1180.83 Windows XP

Bom, Pri, vc sabe da minha relação de profunda admiração da escrita de John Green. Li TFiOS quando saiu, em janeiro, e embora ainda prefira Alaska, acho que ele foi mto feliz nesse livro, ele se desafiou e passou no teste. Ele amadureceu no tocante aos temas, e só posso, no meu lado leitor, ansiar pelo seu próximo livro. Beijo grande e bem-vinda ao clube!

[Responder]

Você já comentou 40 vezes.

#13 Larissa 30-11-2012 - 13:50 -
Google Chrome 23.0.1271.91 Windows 7

A princípio não havia me interessado muito pelo livro! Apesar da capa ser maravilhosa, e eu dar mais importância à ela (não façam isso!! kk)
Mas depois da sua resenha, fiquei com muita vontade de ler!! :26
Beijos!

[Responder]

Já comentou 197 vezes e é um verdadeiro Bookaholic!

#14 Gabriela 30-11-2012 - 15:03 -
Google Chrome 23.0.1271.95 Windows 7

Ótima resenha adorei o livro!

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#15 Letícia 30-11-2012 - 15:25 -
Google Chrome 23.0.1271.91 Windows XP

Eu já li o livro e amei! Adorei sua resenha, John Green é mesmo incrível!
Beijos

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#16 Camille Amanda 30-11-2012 - 20:47 -
Google Chrome 23.0.1271.91 Windows 7

Bom, A Culpa É Das Estrelas pode ser considerado o meu livro favorito. E sim um livro incrível que recomendo a todo mundo. Eu simplesmente amei o modo como a resenha foi escrita(de modo que não contém nenhum spoiler sobre o livro). E também achei incrível você ter mencionado Uma Aflição Imperial, que tem frases tão memoráveis que eu desejo que fosse real. Parabéns pelo trabalho.

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#17 Dani 01-12-2012 - 14:34 -
Google Chrome 23.0.1271.95 Windows 7

Ótima resenha! Eu estou doida para ler esse livro, quanto mais resenhas eu leio mas vontade de ler o livro eu tenho. Sou apaixonada pela capa dele, ela chama a minha atenção.

To participando da promoção, quem sabe eu tenha a sorte de ganhá-lo né? Parabéns pela resenha e pelo blog. :*

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#18 Débora Cruz 01-12-2012 - 15:49 -
Google Chrome 23.0.1271.95 Windows 7

Eu me apaixonei por esse livro desde que lançou ainda nos EUA, fiquei maravilhada com a história, a capa, o título… tudo perfeito e a história do Gus e Hazel. Achei sua resenha maravilhosa. Apesar de nunca ter perdido ninguém muito próximo essa estória me chamou atenção. Pena que ainda não li o livro, mas quero muito. Bjs :)

[Responder]

Você já comentou 2 vezes.

#19 Esther 02-12-2012 - 01:07 -
Google Chrome 23.0.1271.95 Windows 7

eu li o livro, e amei, amei, amei. Sem mais. solucei quando cheguei ao fim ;-;

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#20 Gabriel Santos 03-12-2012 - 23:51 -
Google Chrome 23.0.1271.91 Windows 8

Cara, esse livro é perfeito <3

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#21 João Pedro F. Gomes 04-12-2012 - 18:24 -
Google Chrome 23.0.1271.95 Windows XP

Ah, ACEDE *-*

Ganhei esse livro num blog e me apaixonei pela história. O que mais gostei foi que não tratou somente daquela atmosfera depressiva e pesada que vemos em cancer books. É uma história sobre amor, sonhos e felicidade. Esse é o diferencial. Sem contar as inúmeras passagens lindas do livro. Sinto como se pudesse lê-lo milhões de vezes e, ainda assim, não me cansar da mensagem que ele transmite. Super recomendado.

Abraços (:

[Responder]

Você já comentou 8 vezes.

#22 Mariana A 04-12-2012 - 22:28 -
Google Chrome 23.0.1271.95 Windows 7

esse livro é muito lindo, para ç.ç
vontade de chorar eterna..
quero o kit dele ><

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#23 Jesimiel 10-12-2012 - 15:48 -
Google Chrome 23.0.1271.95 Windows 7

Falam tão bem desse livro, que eu estou querendo ler ele faz alguns meses, mas ainda não tive oportunidade de comprá-lo, pois a verba está curta e a minha lista de livros que quero comprar é enorme.

[Responder]

Você já comentou 2 vezes.

#24 Sarah R. 11-12-2012 - 16:39 -
Google Chrome 23.0.1271.95 Windows 7

Estou louca pra ler esse livro!

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!

#25 UMOblog 14-12-2012 - 00:32 -
Google Chrome 23.0.1271.97 Windows 7

O LIVRO parece ser ótimo e a resenha me deixou ainda mais curioso… Parabéns \o/

[Responder]

Você já comentou 11 vezes.

#26 Cláudia Rosa 03-01-2013 - 22:25 -
Google Chrome 23.0.1271.97 Windows 7

Olá! Obrigada pela iniciativa do seu blog. Descobri e estou pensando em criar um só meu para partilhar as coisas que leio também. Li “A culpa é das estrelas” Em praticamente uma noite. Sou Assistente Social e já trabalhei com crianças e adolescentes com câncer há algum tempo. Sempre dizia, que quando se morre uma criança com câncer é muito difícil. A situação é dolorida e querendo ou não, isso tem um apelo sentimental muito grande, porém, quando se perde um paciente adolescente… Jesus… Que dor! NA MINHA OPINIÃO, as crianças estão protegidas pela inocência e pelo desconhecimento parcial do que está por vir. Com o adolescente não… Não tem como se esconder a evidência da morte. E essa acho que deve ser a pior parte. Os adolescentes já viveram mais, porém, ainda não são frustrados como nós adultos. Eles estão apenas começando e somente começaram a provar da experiência maravilhosa que é a vida. John Green capturou bem isso no livro, o que fez com que eu me apaixonasse pela forma como ele escreve. Parabéns novamente pela iniciativa e continue nos presenteando com seus posts. Bjo grande. Cláudia.

[Responder]

Comentou pela primeira vez, seja bem-vindo!