Sai da Internet, Clarice!

Você se lembra do seu primeiro computador? Eu com certeza me lembro. Aos mais jovens talvez seja algo mais comum pois quando vocês começaram a entender o que era um computador a gente já usava o “Menu Iniciar” para achar tudo dentro do Windows… Eu não sou tão velha assim ok? (cahãm… *limpa a garganta*) mas lembro que quando eu era criança a gente ainda digitava um comando no DOS para “chamar” o Windows e alguns joguinhos (meu favorito era Carmen SanDiego :12 ) e quando eu tive meu primeiro computador (lá pela 5ª série acho) ainda tinha o Windowns 95 que eu adorava colocar o tema ‘mistério’ pois o papel de parede era uma biblioteca maravilhosa… (Bookaholic desde cedo, oi?!) Ok, Priscila, vamos falar da resenha agora? Mas eu tô falando dela! Heim?! (Por favor não reparem, pessoas com mente hiperativa tendem a conversar com seu próprio pensamento… :37 ) Pat Barboza vem mais uma vez mostrar que é um grande talento brasileiro em livros infanto-juvenis e em especial neste livro, que conta a experiência de uma adolescente ao ganhar seu primeiro computador. O mundo virtual cada vez mais faz parte de nossa vida então ver pelo lado de uma garota que está descobrindo este mundo de redes sociais, blogs e afins é uma abordagem bem interessante… Eu contei para vocês sobre minha história com computador e internet porque foi algo que me marcou muito a ponto de eu lembrar de muitos detalhes bobos (eu jogava muita Paciência e Campo Minado… a internet “discada” só chegou aqui quando eu ganhei meu segundo computador e estava entrando no ensino médio XD). Mas quando ela chegou, inevitavelmente o chat do Terra (naquela época Zaz) era meu passatempo favorito! (Outra curiosidade: fiz um amigo naquela época que mantenho até hoje!) As crianças de hoje já nascem neste mundo. É algo tão intimo para todas elas que a internet se tornou ferramenta de alfabetização, desenvolvimento e diversão também (já percebeu o tanto de interações online que tem hoje nos brinquedos e programas infantis?) Os adolescentes não preciso nem dizer que não vivem sem. Os adultos… bom, vamos resumir dizendo que hoje ninguém vive sem a tal internet… Eu mesma trabalho e estudo através dela! Por ser tão presente nos nossos dias, ressalto a qualidade deste livro que é quase um “manual” para sobrevivencia virtual! Por falar em manual, uma parte que achei bem legal, são exatamente essas “dicas” que a prima da protagonista do livro passa para ela sobre internet:

Manual de como ser uma boa amiga virtual, by Tatiana Coutinho

– Parte 1 – Como Ser uma boa blogueira
– Parte 2 – Como agitar seu CLAM*
– Parte 3 – Usando o Mensageiro**

* Clube da Amizade, é uma espécie de Orkut no livro
** Mensageiro é uma espécie de MSN

Daí que eu me aproveitei da idéia e resolvi montar o…

Manual de como ser uma pessoa não odiável na Internet, by Priscila Braga

Parte 1 – No MSN

– Se está ocupado, avise isso no seu status. É muito chato falar com alguém que te responde com a maior demora ou pior, monossilábicamente …
– Se estiver livre para conversar, fique online, se estiver longe do computador fique ausente, mas sempre que a situação mudar, atualize o status. Se você não levar isso a sério, as pessoas também não vão respeitar quando você estiver realmente ocupado por exemplo…
– Emoticon é bonitinho e eu mesma sou doida para usar aos montes, mas cuidado para não exagerar e pior ainda não substitua palavras por imagens… Ningúem é obrigado a adivinhar que aquele bonequinho fofo que você colocou se sacudindo de cima pra baixo significa “sim”… (bonequinho fofo)pático também não é uma palavra então cuidado para não dificultar a vida do seu amigo…
– Não use uma fonte muito pequena, muito cheia de voltas ou de cor muito clara. Conversar no MSN é pra ser algo divertido, não trabalhoso e de dificil entendimento. Sobre “miguxês” e coisas do gênero não preciso nem falar certo? NiNgUéM mErEcE ki si ixcreva axim! =P

Parte 2 – Orkut/Facebook e afins

– Cuidado com o numero de notificações que você manda por aplicativos como Farmville, Colheita Feliz, Fazendinha sei la do que etc… Lembre-se que nem todos seus amigos gostam desses joguinhos e ficar poluindo a página deles com um monte desses avisos não é legal…
– Mandar recadinho com som automático no orkut pode ser bonitinho ou desastroso… Geralmente é a segunda opção… Ninguém merece ficar ouvindo aquelas músicas sem nexo que começam a tocar do nada na sua página…

Parte 3 – E-mail

– Não mande powerpoints com imagens liiiiindas de cachoeiras nem correntes que vão me fazer ficar banguela se não repassar para 10 amigos. Sem mais.

Parte 4 – Twitter

– Não saia falando mal de meio mundo no Twitter… lembre-se que seu chefe, seu vizinho, seu futuro/atual/ex namorado podem te seguir e você nem saber … Então manere ok?
– Não fique dando RT em todos os elogios que você recebe… Já pensou que ‘legal’ se você estivesse passando na rua e alguém do nada subisse no banco com um megafone na mão e gritasse: “ME FALARAM QUE EU SOU LINDO!” “FULANA ME ACHA LEGAL””.. Seria estranho certo? Pois é… a rua no caso é sua timeline e ficar dando RT em coisas do gênero é tão incomodo quanto…
– Seus seguidores não são cegos ok? Então não fique mandando a mesma mensagem repetidas vezes… Se for algo que você quer MUITO divulgar, mande uma ou duas vezes por dia em horários diferentes… Quem posta a mesma coisa de 10 em 10 minutos não tem direito nenhum de reclamar que deixou de ser seguido…
– Não fique mandando reply pedindo que as pessoas vejam (TODOS) os posts novos do seu blog a não ser que seja de interesse da pessoa ou ela seja mencionada. Convidar uma pessoa para conhecer sobre um ou outro assunto é uma coisa, mas ficar falando TODAS as vezes sobre TODOS os posts é meio chato… Se eu gostar tanto assim do seu blog eu vou assinar para receber as postagens por e-mail, ok?!
– Cuidado com as atualizações do Skoob, Orangotag etc e tal… Uma tudo bem, mas há quem faça 50 atualizações que geram 50 twits seguidos… NOT COOL! =P

Parte 5 – Os blogs

– Seja simpático, visite os blogs amigos e deixe um comentário. Trocar links também é uma forma bacana de divulgar o blog de um amigo enquanto ele divulga o seu.
– LEIA um post antes de comentar, pior do que não aparecer nunca é comentar: “Nossa, adorei aqui, muito legal! Passa no meu também?!” ¬¬ Tenso!
– Não se aproprie de nada que não seja seu, viu algo que gostou e deseja passar adiante? Ótimo. DÊ CRÉDITO!
– Sua amiga tem um layout, um blog bonito? Ótimo, fique feliz por ela e seja feliz criando um mais legal ainda pra você! Seus amigos e leitores vão gostar muito mais se você for criativo e autêntico do que se for uma “cópia barata” de blog x, y, z …
– Aos aspirantes a blogs literários: não crie um blog com a finalidade de ganhar brindes, livros e conseguir um montão de parcerias… Você pode até conseguir num primeiro momento, mas assim que as editoras e autores perceberem que você não leva a coisa a sério vão pular fora… Ah, se você não ama ler e não ama escrever (no caso blogar), NÃO crie um blog literário… Dá trabalho, requer tempo e dedicação. Não fundamente seu blog também só em promoções… Elas são uma forma bacana de divulgação e de crescimento para o blog, mas definitivamente não devem ser o foco… Tem blog por aí tão desesperado com o “número de seguidores” e afins que tão quase sorteando a mãe e o papagaio pra conseguir isso… Já dizia o ditado: o que sobe rápido cai mais rápido ainda.
– Nunca perca seu foco… Ter um blog não deixa de ser uma forma de lazer e entretenimento então não perca tempo arrumando briguinhas e tentando ser melhor que todo mundo… Seja feliz, faça um bom trabalho e todo o resto (o crescimento, reconhecimento, parcerias, etc e tal) vem naturalmente…
– Alguns demoram a perceber, outros pegam isso mais depressa: o maior prêmio que um blogueiro pode ter não são cortesias, brindes, fama ou seja lá o que se espera com um blog… O maior retorno que um blogueiro tem, é um comentário fofo, é alguém te contar que comprou tal livro por causa da sua indicação, é um autor te mandar um e-mail agradecendo pela resenha bem feita… Essas coisas não tem preço… Não tem livro, marcador autografado ou brinde que pague…

Caramba, me empolguei :38 Voltemos a programação normal…

A História

Clarice é uma garota de 15 anos que acaba de ganhar seu primeiro computador. Ela já usava na escola e na casa de sua prima Tatiana (que é uma de suas melhores amigas), mas ter um só dela é algo que ela queria muito e ficou super feliz por conseguir… Não demorou muito para ela se inscrever em várias redes sociais, criar seu blog e adicionar seus amigos no programa de mensagens instantaneas… Principalmente o Marcelo, um garoto de sua sala que ela sempre teve uma quedinha mas nunca teve muita coragem para se aproximar dele e agora com a facilidade da internet era bem mais fácil para puxar vários assuntos… Os pais dela alias, eram separados, na verdade ela nunca teve um relacionamento com ele… Imagine qual foi a surpresa dela quando num belo dia recebe o e-mail de uma menina dizendo que era sua meia-irmã? No começo ela não vai muito com a cara da menina é claro, afinal ela teve todos os carinhos e cuidados do pai enquanto ela crescia e Clarice nunca sabia bem o que fazer naquelas festinhas de Dia dos Pais da escola… Depois desse período de adaptação elas se tornam grandes amigas e quem diria que dentre tantas coisas a internet lhe proporcionaria até a chance de encontrar sua irmã mais nova!? O livro é encantador e ricamente ilustrado! Clarice é uma personagem muito divertida e vai te render boas risadas! Recomendadissimo! :04

A Autora

Patricia Barboza é escritora de livros infanto-juvenis e tem cinco títulos publicados: Os Quinze Anos de Carol, Sai da internet, Clarice!, A Primeira Vez a Gente Nunca Esquece, Os Sete Desafios e Confusões de Um Garoto. Ela é palestrante e coordenadora do Projeto Leitura Nota 10 onde visita escolas e da palestras incentivando a leitura e também faz parte do Projeto Novas Letras.

Etc …

Capa e Projeto Gráfico: [rating:4/5]
História: [rating:4/5]
Narrativa: [rating:4/5]
Skoob: Sai da Internet, Clarice!
Twitter: @patbarboza
Autora: Patricia Barboza
Projeto: Leitura Nota 10
Editora: Leitura

  • |
  • 81 thoughts on “Sai da Internet, Clarice!

    1. Parece legal! *-* Um dia eu quase comprei esse livro, mas desesti. Alguem sabe quantas paginas tem?
      Obrigada!

    2. Nossa, quero ler…
      Achei super interessante essa história de ser um manual de sobrevivencia virtual…
      Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas agora eu quero…
      Bjs.

    3. Depois que conheci o Novas Letras, me encantei pelo livro da Patrícia!!! Como nao andamos muito abastados ultimamente, mes que vem vou comprar ele, e os outros, a gnte vai ”passando pra frente” heheheheheh

      Mas u dia, eu VOU sim ter todos! hehehehe

      Beijoos!

    4. Hummm, gostei dessa livro, vou mostrar pra minha irmã 😀
      Gostei mais ainda das dicas, e concordo com o que voce falou também, rs. Livros para meninas teens são os melhores nacionais da atualidade (sem tirar os creditos aos outros, claro), e os mais escritos também… Haha, tomara que não tome proporções extremas e vire modinha todo mundo escever sobre isso.

    5. Já tinha visto esse livro, mas nunca me interessou. Depois da sua narração do primeiro computador, e as dicas. Vi o livro com outros olhos, espero ler algum dia!

    6. PRI Adorei, se eu falar de tudo vai ficar muito grande mas sobre os emot tem gente muito chata com isso é irritante, no twitter eu estou aprendendo a sobreviver. Gente que pede pra seguir é chato tbm, baaaahhh. Ri quando vc falou dos blogs com promoções pior que é bem assim, depois a gente vai ver os posts mais vistos e é os das promoções nem é os das resenhas, Triste.

      Bjs, ótimo post

    7. Aauahuauhauahauahuaa, post hilário e delicioso! Por onde começar meu comentário… huuum, deixa eu pensar…
      Vixe, eu lembro do meu primeiro computador, foi assim que casei, meu marido comprou de segunda-mão do chefe dele. Era uma carroçaaaa! kkkk Mas eu amava >.< Usava basicamente para conectar à internet (discada!) e ler piadas e fazer aqueles testes bobocas! Qto tempo! hahaha
      Foi nele que eu aprendi mto sobre as maravilhas e, tb, as babaquices do mundo virtual. Uma inesquecível foi aquele e-mail q manda vc aumentar o volume e ficar olhando atentamente para a tela q algo vai ser revelado (¬¬), aí aparece um zumbi gritando… bem, eu quase morri, tremi o resto da noite e não consegui dormir. Mas, aprendi uma ÓTIMA lição. Hj em dia se eu recebo um desse, mando uma resposta bem "fofa" para o remetente da mensagem. Power Point, correntes, ai, nem ligo mais. Só jogo fora msm. Ou, se é PPT enviado por amigas queridas, guardo numa pasta mensagens (q um dia eu vou limpar e jogar tudo fora, do msm jeito).
      Sobre o manual, achei bem apropriado e deveria ser distribuído,como várias pessoas já comentaram. Eu peco somente em não mudar o status do msn, quase sempre está ausente, pq eu sempre esqueço de mudar e, frequentemente, não estou na frente do computador, aí se a pessoa vê "online" começa a falar e acha que está sendo ignorada, por isso prefiro deixar o ausente ali.
      Os livros da Pat sempre me deixam com mta vontade =P São os + fofos e meigos infanto-juvenis que eu já vi.

    8. Aproveitando… Posso fazer um momento totalmente marketeiro para garantir o pão com requeijão do café da manhã? Que nem diz o menino que vende bala no ônibus “não estou matando, não estou roubando…”.. Huahuahua!! Meu livro “Sai da internet, Clarice!”, publicado pela Editora Leitura está no site da Livraria Leitura http://bit.ly/bMsp4n

    9. Adorei as dicas!! Estava até precisando renovar, digo me atualizar. Também me lembro do meu 1º pc… ushuaushuaushua… nem vou comentar..kkkkkkk

      Amei a resenha do livro. ADoro livros com conteúdos instrutivos e ao mesmo tempo que não seja uma leitura carregada… toda leitura teen é ótima.
      Parabéns pela resenha.
      cheirinhos
      Ruddy

    10. Adorei a matéria e fiquei muito curiosa para leitura..já esta na lista para próximas compras.
      Bjks

    11. Acho que esse livro/manual deveria ser distribuido em escala pela internet, não somente a blogueiros… mas a amigos(ou não?)SHuahsuahs
      Muito instrutivo 😛

    12. OMG!

      A carapuça serviu em um item do seu manual de sobrevivência virtual, hasuhaush
      Me corrigindo em 3, 2, 1…

      Esse livro da Pati tah aqui pra eu ler, vou passar ele na frente de alguns, pq parece ser mais fofo ainda do que eu imaginava 🙂

      1. De todos dela foi o que eu mais gostei! :03 E agora ela tem que lançar outro logo pq eu sempre lia um tendo o consolo de que tinha mais algum na filinha, mas agora esse foi o ultimo kkk Bora lançar mais livros fofos Dona Pat! XD Beijo flor =*

        PS: Eu fiz o manual mas tb peco as vezes, principalmente com um item que acabou ficando de fora ae que é transformar twitter em msn =X SHAME ON ME =P

        1. Ahhhhhhhh!! Nossa, bombando por aqui! huahuahua! Clarice só me dá alegrias, essa menina! Pois é… estou escrevendo bastante, mas não depende só de mim publicar, não é mesmo? Estou me esforçando ao máximo ter alguma novidade para a bienal, mas o futuro a Deus pertence. Muito obrigada, mais uma vez, pelo carinho, viu? Beijocas!!

    13. Adorei a resenha!
      Que legal que ela encontrou a irmã! :02
      Como hoje o computador ajuda nesse tipo de coisa, né?

      Nessa época que nós aprendemos a mexer no computador, nossa, tudo parecia coisa de outro mundo! Pelo menos pra mim…
      E esse Manual de como ser uma pessoa não odiável na Internet, é a mais pura verdade! Deveria ser distribuído por aí, sério mesmo…

      Beeijo!

    14. Sai da internet Priscila…rsrs…
      Muito boa essa resenha… curto livros, mas nunca consigo lê-los até o fim…
      Manualzinho bacana esse o seu…
      O que mais irrita é no msn o povo só responder com iconizinhos, muitas vezes, nada a ver com o que a pessoa disse…
      Por uma internet mais harmonioza, limpa e saudável…rsrsrs (que pretenção..rsrs) vamos seguir o manual da tia Pri.

    15. Ahh
      esse livro da Pati ainda não li, mas minha amiga tem e eu tenho que pegar emprestado! Ela conheceu a Pati e disse que ela é super simpatica! Eu fico super feliz que ela esteja tão reconhecida agora, pq ela escreve mt bem!
      Adorei suas dicas Pri! ahaha, sério, são otimas e divertidas! E eu que ano passado fiquei sem internet por quase 12 meses? A discada eu nem tentava pq é a depressão!! Agora que voltei, ando meio febril, isso vicia mesmo!!!
      bjo

    16. Ahhh, adorei a resenha, mas, principalmente, você contando a sua história de internet… Sou um pouco mais nova que você, mas ainda lembro da minha irmã usando o chat da Uol e conversando com um monte de gente… 😉
      E as dicas, são ótimas! Principalmente as do Twitter e as do blogs! E concordo com você, se você for criar um blog literário só com o intuito de ganhar brindes, nem tente, né? D:
      E eu sei como é ler um comentário fofo, dizendo que gostou da resenha, que comprou o livro por causa dela… Ah, isso NÃO TEM PREÇO!!!!
      Bjs ;*
      Isa.
      ~Portal dos livros

    17. Lembrei de quando comecei a usar o computador… Windows 98 (isso foi em 99, eu tinha 6 aninhos ainda, então…), jogava Mario Bros. no pc e achava o máximo. A internet veio um pouco depois, era discada. LEEEENTA toda vida, mas eu achava o máximo e passava 2 horas nos fins de semana jogando no site da Barbie.
      Hoje é tudo tão diferente. Sério, não me imagino mais sem internet e tudo mais!

      Agora, o manual, já comentei com vc no twitter e repito: utilíssimo. Como a Bianca disse, vamos distribuir rs

      1. Nossa, eu também passava os fins de semana no site da Barbie! :12 E gostava de montar quartos no site da Polly também… Era TÃO legal! :16

    18. Oi Pri

      Seu recadinho não chegou não! Acho que deu erro… depois vc passa lá novamente.

      Ah , ficaria honrada se vcs me seguissem… Eu amo seu blog estou sempre aqui! E esse mês quero ganhar o top comentarista… =]

      Bom tenho que ir agora… O jantar me aguarda… rs.. É duro ser casada e não ter uma secretária do lar… rs

      beijos

      Ju

    19. Cara… eu nunca joguei Carmem SanDiego, mas via os meninos se divertindo ^^

      Lembro bem do meu primeiro computador porque é o mesmo que estou usando. Firme e forte, depois de 5 anos de uso contínuo!

      Adorei a resenha e o livro. Também as dicas pra não ser uma pessoa odiável na internet ^^

      Beijosss

      1. Eu tb tive meu primeiro pc a pouco tempo… Agora estou no 2, pq o primeiro não aguentou e faleceu (depois de uns 8 anos tb!)
        E eu jova Carmen SanDiego na casa de um amigo… sinto que antigamente um pc era mais divertido, antes mesmo da net… Agora um pc sem net, não serve pra nada! Serio, eu nem ligo o meu qnd não tenho!
        bjo

    20. Ahhh eu lembro da época do Carmem Sandiego!!! eu adorava esse joguinho ahahah ficava um tempão no computador jogando isso..sabe que eu achei uma versão um pouco mais moderninha desse jogo pra Celular?? ajahahahahaha voltando a infancia…ahahah

      Adorei as dicas que voce deu para novas blogueiras, ja que eu estou começando meu blog ainda…mto bom!! obrigada pelas dicas!!!

      E quanto ao livro..achei a historia super fofa, e diferente..pq a gente ja viu de tudo neh? menina q encontra um garoto, amiga, prima , enfim mas meia irmã eu nao tinha visto ainda não…achei fofinho…gostei..parabens pela resenha!!1

      Bjo

    21. Oi Pri,
      Nossa mulher simplesmente amei todas as “dicas” que você deu realmente andamos em um mundo em que a vida é baseada em tecnologia e ou vocÊ entra nela ou você fica para trás…sobre as dicas…1. amei o que disse sobre e-mails sou totalmente aversa a correntes de e-mail ainda mais com power points pesados de baixar que ainda tocam musiquinha e te fazem passa vergonha. 2. Falar miguxes ou qualquer coisa que mate a lingua portuguesa tá fora. Realmente e-mail e msn são ferramentas que deviam ser utilizados para comunicação entre as pessoas devem ser práticas e rápidas. 3. Sobre os comentários sobre blogs realmente quando eu entro em algum blog vejo se o assunto me interessa se sim eu comento se não não simples assim, ficar falando qualquer besteira eu não acho legal, e sobre ter um blog realmente da muito trabalho ne…mas a valorização vem por meio dos leitores outra coisa para concordar contigo ficar fazendo coisas so para conseguir fama ta fora e exatamente a mesma coisa de entrar em uma rede social e ficar convidando quem você não conhece para ser amigo. Amei as dicas e também sou da mesma época que você em que a maior diversão era jogar paciencia no PC e acesso a internet demorava meio ano…rsrsrs…
      Adorei a dica do livro parece ser bem bonitinho mesmo…ehehe me chamou mais atenção ainda por meu excelentissimo também se chamar Marcelo…ehehe. Agora me emocionei demais hauhauha isso que dá falar de assuntos de informática desando a falar. Adorei o post. Bjks
      Raquel Machado
      Leitura Kriativa

      1. Ihh eu disse isso.
        Eu tb odeio (ok, menos) correntes… em email ou orkut.. ai, e eu toda enrolada inda vou ter tempo de passar pra 20 amigos? Eu nem tenho 20 amigos! E como não gosto de receber, não gosto de passar!
        Assim que ganhei meu pc lá por 02, qnd só tinha discada eu achava um barato ficar jogando paciencia! Agora nem sei mais onde fica… ou se tenho aqui no pc!

    22. Oiii,
      esse livro parece ser bem interessante, me fez lembrar tbm quando tive meu primeiro pc, tbm adorava os chats, em especial o da uol, :D, mas hoje acho que o foco mudou tanto e a tecnologia tbm..
      abraços..

    23. Oi Pri,

      Como disse no comentário anterior, gostei muito do seu manual, então postei lá no meu blog… Mas fica tranquila pq já faz um tempinho que eu aprendi que não devemos fazer plágios =] Então coloquei como uma homenagem ao seu blog, com todos os direitos reservados tá!? Mas se vc não gostar pode dizer que eu apago! =[

      A próposito tenho selinhos lá para você…

      http://caminhosdaimaginacao.blogspot.com/2011/01/um-pouco-mais-de-mim.html

      beijos

      Ju

      1. aaaai flor adorei a homenagem, muito obrigada viu?! Fiquei muito feliz :07 Tentei comentar la mas não tenho certeza se foi, se deu errado me avisa q depois passo la de novo pois quero te deixar um recadinho agradecendo! Beijo beijo beijo

    24. Ah, o primeiro computador da casa… Era um Windows 95 que eu amava! Eu gostava muito de jogar Paciência (aliás, a Fernanda é MUITO viciada :15 )e Campo Minado não era lá meu preferido. Os jogos que eu gostava mesmo eram uns que meu professor de informática gravou em um disquete, que jogávamos durante as aulas: Dave (aquele mineiro que tinha que pegar as pedras preciosas e tomava cuidado com as pedras e uns bichinhos verdes, se eu não me engano), Space Invaders (eu era ruim, mas era gostoso jogar assim mesmo), Pac-Man (MELHOR jogo ever! :12 ) e Mário! :29
      Depois, passados alguns anos, quando já tínhamos o Windows 98, um amigo do meu pai arrumou um cd com 500 jogos! Tinha um de zumbi MUITO legal, Mega Bomber Man, Puyopuyo, Zero Tolerance… E não dá pra jogar no XP e nem no 7! Às vezes eu fico muito triste por causa disso!
      Ainda bem que inventaram o Age of Empires, The Sims, Roller Coaster… :16

      Eu queria muito ter o meu próprio computador… Quando fiz quinze anos, eu e a Fernanda queríamos o nosso próprio computador e, o que aconteceu? Foi a oportunidade perfeita de trocarmos o computador de casa! Ou seja: meu presente foi pra todo mundo! :36 Mas tudo bem, porque ele está comigo até hoje, é muito bom e eu tenho muito amor por ele…

      Eu adorei o seu Manual de Como Ser uma Pessoa Não Odiável na Internet! Ri muito com o “NiNgUéM mErEcE ki si ixcreva axim!”! Ninguém merece mesmo! hauhauhauahuahua
      Eu nem leio essas correntes que dizem que vai acontecer isso ou aquilo se você não continuar… Amei o seu exemplo! Foi só um exemplo mesmo ou já aconteceu de ameaçarem você ficar banguela mesmo? :32 Nunca se sabe!

      E quem diria que ela ia conhecer uma irmã? :30 Eu nunca imaginaria isso! Se bem que tem muita gente que acaba conhecendo parentes assim, né? Principalmente aqueles que moram longe e que você nunca foi para a tal cidade deles e nem eles para a sua. Eu tenho muitos primos assim, que não conheço! E, segundo a minha mãe, são muitos mesmo! Isso sem contar esse negócio de primo de sei-lá-qual grau! Só conheço dois que nem tenho muito contato e pra mim já está de bom tamanhho!
      Mas, ao contrário do que acontece na minha família, quando eu tiver os meus filhos e a Fernanda e meu irmão tiverem os deles, não vou deixar que eles sejam desconhecidos! Principalmente com a Fernanda, que não sei como seria viver longe dela… Sério.

      Adorei a resenha e fiquei morrendo de vontade de ler esse livro! Aliás, todos da Patrícia! :31

      Beeijo! ;3

      1. Tati seus comentários são quase um post (eu adoro)
        Dividindo o presente de 15 anos que menina boazinha rs, podia ter chavecado e pedido mais de um presente rs
        Ah e que declaração linda pra usa irmã (L). Acho tão lindo irmãs tão unidas que se dão bem, td bem que isso já tinha ficado claro aqui, mas achei super fofo o que vc escreveu ^^

        Beijo

        1. Own, obrigada! Mas é a mais pura verdade: nós passamos tanto tempo juntas, todos esses anos, que é meio impossível pensar numa situação onde as duas não estarão uma do lado da outra. Simplesmente não dá.
          A não ser esse ano, que nós começaremos faculdades diferentes! :10 Antes nem era um problema mas, foi só fazer um teste no Guia do Estudante pra ver qual casa de Harry Potter cairíamos (eu fiquei na Grifinória e ela na Lufa-Lufa), que nos tocamos que essa será a primeir vez que ficaremos separadas, tendo experiências diferentes! É triste! :21
          Mas vai dar tudo certo…

          Beeijo! ;3

        2. Também achei a declaração linda! :13
          Mas é verdade, não tem como imaginar uma vida sem a Tatiana… A gente é unida do tipo, uma pensa uma coisa, não precisa nem dizer porque a outra está dizendo! É quase telepatia! :31
          Mas vamos conseguir passar por essa da faculdade, Tatiana… A gente PRECISA conseguir, até porque, vamos trabalhar com coisas diferentes! :10 A não ser que abrir um negócio comigo seja uma opção! Pensou em uma livraria, né?? :12

          Beeijo!

      2. OMG! Eu tb sou viciada em The Sims, Age of Empires, Roller Coster haha :05 Na verdade qq jogo de estrategia =P Olha a parte do banguela não, mas coisas do genero ja recebi muitas vezes =P Eu tenho certeza de que vc e a Fer vão ser sempre super unidas, concordo com a Lis e acho isso tão bonitinho :07
        Super bjo pra vc! =*

        1. Jogo de estratégia é o máximo! Passo horas no Roller Coaster e no The Sims se me deixarem! :12 O problema que eu tenho é que, com o passar dos anos, eu perdi um pouco a minha habilidade do Age os Empires! Antes eu fazia as maiores guerras, ganhava tudo e, hoje, eu sou meio incompetente… :05

          Own, obrigada! Mas é verdade, acho que passamos tanto tempo juntas que é até meio impossível pensar em nós duas em lugares diferentes… Mesmo que alguns sonhos sejam distantes, a gente sabe que uma hora ou outra, faríamos algumas mudanças pra que estivéssemos juntas.

          Beeijo! ;3

      3. Ahhh
        vc é das antigas hein! ahhaha
        Eu comecei no win 98…. e amava paciencia, fiquei mt feliz qnd ‘aprendi’ e consegui ‘virar…ahahha hj peso que é tão bobo! ahah Mas devo admitir, não sei jogar Copas!
        E digo o melhor jogo ever é Mario Bros!!! Ah me bateu saudade \agora, acho que vou procurar meu Super Nintendo, isso sim… Pq nunca gostei de Mario pelo pc!
        rsrs

        1. Eu também nunca entendi como funcionava o Copas! Não tinha sentido!
          Nossa, o Super Nitendo era muita tecnologia pra mim… :16 Mas uma coisa que eu gostava (e gosto) era o PollyStation, que veio antes do PlayStation! \o/ Até hoje eu tenho um, com um jogo de batalha de tanques que é ótima! Eu e a Fernanda ficávamos horas e horas naquilo! Só que, de uns tempos para cá, ele não liga mais e meu pai fica nos enrolando pra consertar! Ele diz que é mais fácil achar um novo, mas quando a gente acha (por uns R$40), ou não vem com o jogo do tanque ou não funciona direito…

          Mario pelo pc era muito mais fácil! Como assim você não acha? :34

          Beeijo! ;3

          1. Ahh sei lá, como quando eu conheci o Mario foi pelo SN eu acabei mais acostumada assim e quando fui jogar no pc – mts anos depois – achei mais complicado!
            Eu não lembro desse Polly…ahahah Mas é realmenete complicado manter os videogames antigos pois não se acha mais nada !
            Bjo

        2. Ahhhhh eu tenho um super nintendo bem guardadinho em casa :23
          Qdo vou na casa de uma amiga minha sempre levo ele na mochila kkkk
          Sinceramente não abro mão do meu nintendo (que tenho tbm um monte de fita do Mario, BomberMan, Pernalonga e afins) por nehuum outro :20

    25. Esse livro parece ser tão fofinho. E Pri, eu também sou dessa época dos computadores tijolões e que a gente tinha que dar comando. Mas achava isso um barato! Sem contar que eu VIVIA jogando mario no pc. Lógico, isso foi um pouco mais recente… xD
      Adorei suas dicas de internet. Putz, tem coisas que acontecem principalmente no twitter que ú.u Tudo o que você descreveu aí é a mais pura verdade. Só temos de ser educados e saber usar esses recursos tão bons que nos foram dados.

      Beijos!
      Aline
      Memoirs and Books :13

        1. Nas publicações tem um X no canto direito superior… Clica lá e depois “Hide all by Farmville” dá pra fazer com todos os apps do facebook 😀

    26. Pri, amei seu texto. Mas me fez lembrar que tô ficando velha!! Eu aprendi a mexer em computador num curso que fiz, onde aprendi a programar em cobol!! Será que alguém sabe o que é isso hoje? Na época ainda nem usavamos internet na escola. Tá vendo, vou entrar em depressão ao lembrar da minha era jurássica.
      Bem, mas deixando isso de lado (rsrs), achei muito legal seu “manual”. Muito instrutivo! E a resenha do livro ficou fofa. Gosto muito de livros infanto-juvenis, então esse vai entrar para minha listinha.
      Parabéns Pri pelo excelente trabalho.

      Beijo

      Eliane (Leituras de Eliane)

    27. Ei Pricila,

      Ri muito com o seu manual de como ser uma pessoa não odiável na Internet hauhauhau, principalmente das partes do twitter e dos blogs rs. Não conhecia este livro e achei bem legal.

      bjooo

    28. Morri de rir lembrando dos meus tempos de computador sem internet. E olha, foram muitos anos. Nem gosto de pensar no ano de meu primeiro computador pq deprime (1991) – lembra aquela tela preta com caracteres verdinhos? DOS? Disquete de 5 1/4?

      Esse povo que só conhece banda larga de 10Mb não sabe o que é sofrer! Minha mãe me mandou MUITO sair da Internet, mas poxa, na época tudo DEMORAAAAAAAAAAAAAAVA uma eternidade.

      Hoje em dia, que ela sabe usar, e tem banda larga, fica jogando e quando dá problema ou fica mais lento, ela entende o meu drama!

      Bjs!
      Lívia Martins ?
      http://www.leiturinhas.com
      @vanillaprozac

    29. Nossa, eu tive contato pela primeira vez com um computador por volta dos meus 4 ou 5 anos, era daqueles que tem um disquete gigante, aquela coisa quase jurássica…Mas tinha um jogo de um gatinho hiper fofo!!! Enfim, internet eu tive aos 10 anos, aquela azul, que nem chamada de internet era…
      Joguei muito Carmen Sandiego, Street Road, Doom, todos esses jogos de DOS que hj em dia ninguém mais conhece!
      Ensinei amigos a usarem a internet anos depois… (Cheguei até a ensinar meu amigo/irmão a usar MSN através de desenhos numa folha de papel)

      AMEI o post!!!!

      To louca pra ler o livro, pq com certeza vou me ver ali tb rs

      1. Ah eu não conheço nehum desses jogos, agora fiquei super curiosa, acho que não sou daquelas super fãs dos joguinhos atuais rs
        Que chique ensinar usar msn com desenhos, juro que essa eu nunca tinha ouvido falar, vc devia patentiar a ideia rs

    30. Pri adorei o post!!!
      e realmete NiNgUéM mErEcE ki si ixcreva axim! Aqui ainda está identificavel oq está escrita tenso é qdo nem dá pra entender rs

      O livro parece super divertido =)

      Ah Pri eu comprei o “Todas” por influencia sua :23 e outros mais, mas o mais recente é esse

      Beijo

      1. Ooowwwnnn sério? :03 Fico muito feliz em saber disso Liz, espero que você goste dele tanto quanto eu gostei! Depois quero saber suas impressões! Um beijo grande!

    31. Oi, Pri!
      Eu já desconfiava da sua veia literária. Agora tenho certeza. Você precisa escrever uma comédia romântica, Pri! Vc é muito cômica. =)
      Adorei seu manual. E não vou comentar a primeira vez que vi um computador… seria vergonhoso.
      Seu blog é o mais lindo da blogosfera. Depois do Blog da Mari, claro! =D
      Beijooooos,
      -Leila Rego
      http://www.leilarego.com.br

      1. Concordo com a Leila Pri, vc deveria escrever um livro! Comédia romântica… ADORUUU!

        Eu com certeza compraria, vc escreve muito bem!

        beijos

        1. Vocês ficam falando isso mas o dia que eu resolver acreditar vão se arrepender haha Quem sabe um dia né? Por hora gosto da ideia de ser blogueira :02

      2. Oowwwn brigada Le, fico muito feliz :03 E “competir” justo com a Mari pra mim é uma honra haha Sobre o livro… bom quem sabe né? Nunca diga nunca :31 Brigada pelo carinho de sempre flor!

    32. Olá, pessoal, sou a autora do livro! Minha “filha” Clarice me dá muito orgulho! A 1a edição do livro foi em 2006, quando fazia pós em literatura infantojuvenil. Foi uma publicação independente. Muita gente me chamou de doida por investir em um livro. Um belo dia eu tinha 1000 livros na minha sala! Mas, imensamente feliz, comecei a fazer os plantões nas bienals e por causa dele criei o Projeto Leitura Nota 10. Aqui no Rio, onde moro, foi o maior sucesso nas escolas. Por causa disso, a Editora Leitura, de BH, se interessou e agora ele ganhou nova edição e está sendo distribuido para todo o Brasil. Falei com a Pri que quando eu escrevi o “Manual de uma boa amiga virtual” e falo das blogueiras, nem pensava que 5 anos depois conheceria tantas! Estava prevendo o futuro? Quem sabe? Hehehehe… Muito obrigada, mais uma vez, pelo imenso carinho pelo meu trabalho! Faço tudo com muito amor. Para quem ainda não me conhece, fica convite para visitarem o meu blog e me seguirem no Twitter (@patriciabarboza). Beijos enormes!!

      1. Escrever às 7:20 da manhã assim que acorda dá nisso! kkkkk!! Escrevi “bienals”. Credo. Bienaaaiiis. Vixe. Agora, sobre o comentário da Pri sobre dar RT em todos os elogios que recebe…huumm… concordo totalmente!!! Uma vez ou outra tudo bem, faz parte até, mas dar RT em todos “vc é linda, vc é fofa, vc é diva” é muito chatinho.

        1. AHHH RT nos elogios é o melhor! HGAHAHAH
          lembre-se “A Humildade mata a Alma” =D

    33. Ah, e eu preciso dizer que um dia eu quero que você faça um blog pra mim tão lindo quanto o seu… Toda vez que eu entro aqui, eu babo, baby, rsrsrsrs! Beijos de novo!

    34. Pri tu é fo&* kkkkkk
      eu nem sei que jogo é Carmen SanDiego, então você é velha kkkkk brincadeira

      sua lista ficou ótima (e vou fingir que não sei sobre nada que aconteceu ontem no twitter *assobia*) auahua

      É a 1ª vez que vejo esse livro, vou procurar mais sobre ele =)

      Beijos

    35. Ok. Agora comentando sobre a resenha…

      Não é meio contraditório a menina ser tão divertida e feliz com essa situação não? =X

    36. O primeiro computador que mexi foi da minha tia. Usava Windows 95. Paixão à primeira vista. Só desenhava (rabiscava) no Paint. Devia ter uns 6 anos.
      Ganhei o meu aos 7 ou 8 anos, já com Win 98 SE. *-*
      Anos depois, o CD original se espatifou dentro do drive de CD. xP

      AMEI sua lista e, definitivamente, concordo com tudo.
      Os comentários bem feitos são muito valiosos.

      Agora, fiquei com vontade de ler o livro. #comofas?

      Beijos!
      @rafaschiabel
      http://lembradaquelahistoria.blogspot.com/

    37. Oi Pri, nossa eu me lembro de meu primeiro computador… =]
      Tive Windows 95 tbm… Adorava jogar come come… rs

      Amei a resenha… como disse antes aprecio muito os infanto juvenis! Mas o que mais gostei do post foi os Manual de como ser uma pessoa não odiável na Internet, by Priscila Braga

      Dei umas boas risadas, muita gente deveria ler estes tópicos, principalmente os que enviam correntes por e-mail… rs!

      Abraços

      Ju

      1. “principalmente os que enviam correntes por e-mail… rs!”
        Isso foi ESSENCIAL! HAHA Digo novamente:

        “principalmente os que enviam correntes por e-mail… rs!” [2/5000] ahseihaisuehiuase

        É muito tosco essas correntinhas! haiusehaiuhe

      2. Gente, win 95 é quase um bb… eu lembro de quando era o win 3.1, do qual eu ainda tenho um disquete perdido em algum lugar… Isso é reliquia gente, um dia vai valer uma grana preta!!! rsrsrsrsrs

        1. Realmente é uma relíquia! =]

          Há três anos atrás quando me casei, fui arrumar minhas coisas e enconteri meus disquetes… Muito estranho né?! rs me deu maior sensação de estar facando velha… e olha que na época eu tinha só 22! rs.

          E os discos de vinil então! Puts eu tinha a coleção inteira da XUXA! kkkkkkk

          1. Eita. guardar disquete de win 3 é teMÇo! Estou jogando fora meus cd’s dele. Windows NA LIXEIRA! HAHAHAHAH

            Vinil eu ainda tenho um monte! Só estou sem o aparelho! =X Mas ADORO vinil! É esplendoroso! *-*

    38. Não sei o que dizer. mas quero dizer. bla bla bla! HAHAHAHAH

      Hm… MEU primeiro computador foi a 1 ano e pouco atrás. Meu computador comprado com MEEEUUU SUORRR! *-*
      Mas sei usar desde meus 6 anos! *-*

      A resenha do livro.. nem li! HAHAH sorry!

      Ah, e nem teve graça o manual.. muito windowsado para mim! mimimi ahisuehaiusehiashe

      pri.. vou virar ativo aqui. pode guardar o podio dos comentaristas la! HAHAHA *-*

    39. Pri!!!!!!
      Eu adorei a resenha/texto/você precisa saber hahahaha :20
      Quem não se lembra do primeiro pc? hehehehehhe
      Quero ler em breve !

    40. hahaha

      Pri, me vi na sua narração do primeiro computador. kkkk
      Sem contar que demorei muito para ter um.

      Morri com sua lista! hahaha
      Precisamos divulgar a todos!
      Talvez imprimir e sair distribuindo por aí. =P

      Em relação ao livro, já tinha curiosidade, agora quero muito ler. *-*

      Beijo

      Beijo.

    Leave a Reply

    Your email address will not be published. Required fields are marked *