skoob category image
E você, Bookaholic? #24
Wednesday 01/10/2014 às 09:00 757 Views Arquivado em: E vc Bookaholic?

Olá Bookaholics! Quanto tempo!
Como vocês perceberam, o blog voltou, após um tempinho sem atualizações.

Hoje eu e a Dana, vamos fazer um “E você, Bookaholic?” um pouco diferente. Fizemos as perguntas inicialmente com o pessoal do blog, mas sintam-se a vontade para participar das discussões.

evcb-24

Dudu:
[Todo Dia] A acorda em um corpo diferente, uma nova vida, uma nova personalidade. Você consegue se imaginar no corpo de uma outra pessoa? Como seria você encontrar você mesmo?
Apesar de eu estar sempre imaginando como seria se eu trocasse de corpo com minha gata e pudesse ficar dormindo o dia inteiro, eu provavelmente surtaria se acordasse no corpo de outra pessoa. Por mais que seja muito interessante saber como é “calçar os sapatos de outra pessoa” seria muito estranho, do nada, me encontra num corpo completamente estranho. Eu mal me acostumei com o meu! AHAHAHAH Mas, eu gostaria de poder me encontrar comigo mesmo. Saber como é que as pessoas me veem e que tipo de impressão elas tem sobre mim quando me veem pela primeira vez.

Tati:
[De Volta Para Casa] Cassie acaba passando situações embaraçosas perto do seu admirador. E você? Quando está perto “daquela” pessoa já passou por alguma situação desconfortável?
Eu sou desastrada na frente de qualquer pessoa, mas fiz o favor de tropeçar na escada NA FRENTE da minha maior crush quando era mais nova! Tenho a impressão de que ele riu, mas como eu também ri muito (apesar da dor na minha canela), tudo bem! (Aliás, escadas são minhas maiores inimigas! Só esse mês eu virei o pé uma vez e quase caí em cima de padre!!)

Fernanda:
[Perdida] Se você viajasse no tempo para uma época semelhante à que Sofia viajou, qual seria a maior dificuldade a enfrentar? E qual a melhor parte? (não vale dizer o Ian, rs)
A maior dificuldade, com certeza, seria com relação à tecnologia, e eu não me refiro à computador, internet nem nada disso, mas sim a tecnologia da geladeira, da máquina de lavar… A eletricidade, SEM DÚVIDA, faz falta. Como que ia gelar as coisas? Ia tomar leite quente? Sem ser pasteurizado? Ah não. Não dá mesmo! E a melhor parte… Essa é difícil! Acho que seriam as roupas elegantes, as maneiras educadas, mas principalmente TEMPO PRA LER! Hahahahahahaha

Yara:
[Divergente] No teste de aptidão, para qual facção você imagina ou gostaria de ser designada? Qual você acha que de nenhuma maneira apareceria?
Hum… Acredito que seria designada para a Franqueza (e ia gostar muito!). Simplesmente falo demais e geralmente falo o que não devia. Não penso muito e quando percebi já soltei algumas verdades meio atravessadas. Minhas amigas dizem que sou bruta…hahaha
E apesar de AMAR a Audácia (todas aquelas armas e aquele uniforme ), tenho a sensação que ela seria a primeira facção descartada no meu teste. Tenho medo de altura, cachorro, sapo, aranha e algumas pessoas (ok, tem mais algumas coisas que me deixam tremendo, mas essas são as mais comuns) e não sou daquelas que teimam em enfrentar o medo, sou mais de “eu fico no meu canto e ele no dele e todo mundo fica feliz” então não tenho muita aptidão para uma integrante da Audácia. E a Amizade certamente seria a segunda descartada. Não que eu não saiba ser amiga, a questão é que eles são calmos, pacificadores e tem toda aquela questão da agricultura (com medo de tanto bicho já dá para ter uma idéia de como eu corro de plantações, não é? Hahaha) que não combinam NADA comigo!

Pri:
[Pollyanna] No livro, a protagonista Pollyana, mesmo nos momentos mais tristes, se utiliza do Jogo do Contente, para tentar achar o lado positivo de qualquer situação. Você também conseguiria utilizar o Jogo do Contente no seu dia-a-dia? Ou também é importante sofrermos um pouco com nossos problemas?
Na verdade, Pollyanna sempre foi meio que meu modelo de vida rsrs (junto com O Pequeno Principe é claro). Acredito que situações ruins acontecem sim mas você sempre tem duas opções: deixar que ela te domine ou procurar uma saída. E sinceramente, acho que temos que jogar todos os dias o “jogo do contente” porque geralmente as coisas não acontecem como gostaríamos. Só não podemos nunca deixar de sonhar, é o sonho que nos move então… Otimismo sempre, porque ele com certeza será o melhor caminho para se chegar onde devemos ir.

E você Bookaholic? O que você acha das perguntas acima? Participe nos comentários!
Um abraço!




Sobre o autor do post:

Sou o Gustavo, um nerd assumido! Tenho 24 anos, formado em Sistemas de Informação, moro em Urussanga - SC, Capital do Bom Vinho e da Cultura Italiana. Quem me conhece sabe que eu estou sempre com um livro na mão, e já pensando o que vou ler na sequência. Curto muitas séries, baseadas ou não em livros, e também sou fissurado em filmes adaptados de livros... And may the odds be ever in your favor!
E-mail: gustavo.ronconis@gmail.com



Posts Relacionados







:38 :37 :36 :35 :34 :33 :32 :31 :30 :29 :28 :27 :26 :25 :24 :23 :22 :21 :20 :19 :18 :17 :16 :15 :14 :13 :12 :11 :10 :09 :08 :07 :06 :05 :04 :03 :02 :01


2 Comentários em “E você, Bookaholic? #24”


#1 Filipe Machado 05-10-2014 - 00:24 -
Google Chrome 37.0.2062.124 Windows 8

Desses livros eu só li Divergente, e acho que não me encaixaria em uma facção específica (provavelmente seria divergente, por mais que ache clichê dizer isso kk). Parte boa de Franqueza e Erudição, uma menor parte de Abnegação, quase nada audaz e vontade de ser da Amizade, mas pouca vocação para isso. Quando venho aqui no blog fico com vergonha porque tô lendo tão pouco ultimamente :17

[Responder]

gustavo responde:

Google Chrome 37.0.2062.124 Windows 7

Olá Filipe.

Eu também li Divergente, mas acho que ficaria na Erudição, ou na Amizade. Mas acho que ficaria com o pé atrás de mudar de facção, já que eu teria que me afastar totalmente da minha família.

E não fique com vergonha, as vezes eu também fico com umas ressacas literárias e não tenho vontade nenhuma de ler hehehe.

[Responder]

Você já comentou 3 vezes.