Entrelinhas #8 – A psicologia da Fantasia 13/04/2011
“Enquanto houver um louco, um poeta e um amante haverá sonho, amor e fantasia. E enquanto houver sonho, amor e fantasia, haverá esperança.” (William Shakespeare) É espantosa a disseminação da literatura fantástica nos tempos de hoje. Certamente, em nenhuma época houve tal burburinho em torno deste gênero que tanto satisfaz os mais diversos gostos. Alguns dizem que Tolkien é o culpado – se é que podemos chamá-lo assim -, pois vem dele a Alta Fantasia,

Categoria: Entrelinhas - 6 Comentários
Tags:
666 palavras - Postado por: